Vazou jogadores que atuaram em SPORT e NAUTICO

A confirmação da contratação do zagueiro Ronaldo Alves, do Náutico, pelo Sport reacendeu uma antiga discussão no futebol pernambucano. A questão é se os jogadores que trocam de clube no estado conseguem ter sucesso no rival.
Capitão do Náutico durante a campanha do clube na Série A do Campeonato Brasileiro de 2007, o volante Daniel Paulista era considerado prioridade para renovar contrato no final do ano, acabou seduzido pelo Sport, se tornou campeão da Copa do Brasil de 2008 e, nos dias atuais, é um dos grandes ídolos do clube rubro-negro.
O meia Adriano teve uma breve passagem pelo Atlético-MG antes de chegar à Ilha do Retiro. O camisa 10 foi o grande destaque do time alvirrubro em 1999 e demonstrou sua qualidade no Leão no ano seguinte, participando da boa campanha do clube na Copa João Havelange, em 2000.

. O lateral-direito Carlinhos foi titular absoluto do Timbu nas conquistas do Campeonato Pernambucano de 2001 e 2002. Após o segundo título, transferiu-se para o clube rubro-negro, onde manteve sua qualidade ao vestir a camisa de titular. Carlinhos integra a lista dos ex-alvirrubros que atenderam às expectativas no Leão.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Veja os demais


Seis meses após trocar o Náutico pelo Coritiba, o lateral-direito Patric foi parar na Ilha. Titular na conquista do acesso do Sport da Série B para a A em 2012, Patric brilhou novamente em 2014 na Série A com a camisa rubro-negra.

Em 1992, o folclórico Dinda deixou os Aflitos para atuar na Ilha do Retiro. Assim como no Alvirrubro, teve uma passagem bem-sucedida no Rubro-Negro, sendo responsável pelo gol do título do Campeonato Pernambucano de 1992.

O meia Marcelo Passos, que se destacou no Timbu em 2001 e, naquele mesmo ano, foi para o Leão após uma negociação obscura. No entanto, os gols que havia marcado pelo Náutico desapareceram, e Marcelo Passos foi uma decepção para os rubro-negros. Assim como Zé Mario, que foi craque no Nautico em 2014 e fracassou no Leão.

Outro craque alvirrubro que trocou os Aflitos pela Ilha do Retiro, embora não de maneira direta, foi o atacante Bizu. Artilheiro do Timbu no final da década de 80 e início dos anos 90, chegou ao Leão gerando esperanças, mas não conseguiu confirmar as expectativas e saiu sem deixar saudade.