Um dos maiores ídolos do Sport faleceu aos 41 anos

De maneira prematura, o Sport Club do Recife sofre a perda de um de seus maiores ídolos. Aos 41 anos, o ex-atacante Leonardo, que se destacou no clube nas décadas de 90 e início dos anos 2000, faleceu nesta terça-feira, às 15h15, em Recife. Ele estava hospitalizado desde o dia 3 de fevereiro no Hospital da Restauração.

Segundo a médica Fátima Buarque, que acompanhou Leonardo desde o início de sua internação, o ex-atacante faleceu devido à falência múltipla dos órgãos causada por uma condição chamada neurocisticercose, originada pela ingestão de alimentos inadequadamente tratados.

O estado de saúde de Leonardo foi mantido em sigilo pela família, amigos e pela equipe do Sport desde o início da doença. Embora tenha sido internado em outubro do ano passado, a imprensa não teve conhecimento do caso. Em fevereiro, ao retornar ao hospital, os médicos sempre abordaram com extrema cautela o estado de saúde do ex-jogador.

A história dele pelo Sport

Leonardo deixou sua marca na história do Sport, sendo o terceiro maior artilheiro do clube com 136 gols, ficando atrás apenas de Traçaia e Djalma, que brilharam nas décadas de 50 e 60, respectivamente. Seu instinto goleador foi notável em partidas memoráveis, como a vitória por 6 a 0 sobre o Atlético-MG, em 2000, pela Copa João Havelange, no Mineirão, onde ele anotou cinco gols.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Além de suas proezas no gol, Leonardo também se destaca como um dos atletas mais laureados do clube, conquistando oito títulos, incluindo duas Copas do Nordeste (1994 e 2000) e seis Campeonatos Pernambucanos (1994, 1997, 1998, 1999 e 2000). Embora compartilhe o recorde de oito títulos com Magrão, é inegável que sua contribuição foi essencial.

Seu retorno ao Sport em 1997 foi marcado pela conquista da artilharia e do Campeonato Pernambucano, consolidando sua conexão especial com a torcida. Ao longo de sua segunda passagem pelo clube, adicionou mais três títulos e desempenhou um papel fundamental na bem-sucedida campanha do Sport na Copa João Havelange de 2000, antes de receber uma proposta do Cruzeiro.

Desde 2014, Leonardo dedicava-se ao trabalho nas categorias de base do Sport, desempenhando a função de lapidar jovens talentos com o sonho de se tornarem atacantes. Sua presença abrangia todas as categorias, com treinamentos focados em finalizações e posicionamento. Ele descobriu e trouxe para o clube o talentoso Wallace, que hoje integra a equipe profissional após se destacar na equipe Sub-20.