SPORT virou contra o Flamengo com incríveis 4 gols em 8 minutos

Em 2009, o Sport alcançou sua vitória mais marcante sobre o Flamengo. Em uma tarde de domingo, o Leão superou os cariocas por 4×2, destacando-se a atuação extraordinária de um jogador em particular: o atacante Weldon, que marcou três gols em apenas seis minutos, evidenciando seu instinto de artilheiro.

Em uma entrevista posterior, o atacante recordou aquela partida, marcada pela rivalidade e encerrada de forma positiva para o rubro-negro da Ilha do Retiro.

“Foi muito bom marcar gols naquele jogo. Um duelo muito importante, um clássico, por conta do título de 1987, que o Sport é o campeão por direito e todo mundo já sabe disso. Foi uma emoção muito especial, nunca tinha marcado três gols tão rápido na minha carreira e foi muito bom festejar com a torcida. Eu comentei com o Ciro. Depois que eles marcaram dois gols, a gente precisava virar para não sair perdendo com uma goleada. Graças a Deus conseguimos virar”

Relembre o jogo

Naquele momento, Emerson Sheik assinalou dois gols para o Flamengo nos primeiros instantes da partida. A resposta do Sport foi fulminante. O Leão fez quatro gols em incríveis oito minutos (aos 26, 27, 30 e 33 do 1º tempo), despedaçando o adversário e enchendo as arquibancadas da Ilha de alegria. O defensor Durval, após uma cobrança de falta de Fumagalli, marcou de cabeça e iniciou a impressionante recuperação leonina naquele confronto.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“Estávamos meio perdidos após os dois gols do Emerson, mas não ficamos abatidos. Partimos para cima e conseguimos reverter a desvantagem. O Durval marcou, depois eu tive a chance de fazer meus gols e dar alegrias ao torcedor do Sport que fez uma grande festa na Ilha do Retiro naquele dia.”

Escalação do Sport: Magrão; César Lucena, Igor saiu, Juliano entrou, Durval, Dutra; Moacir; Sandro Goiano, Fumagalli saiu, Dudé entrou, Luciano Henrique; Weldon saiu, Guto entrou, Ciro

Técnico: Givanildo Oliveira

Escalação do Flamengo: Bruno; Airton, Wellinton, Ronaldo Angelim; Leonardo Moura, saiu Toró,
entrou Everton, saiu Willians, entrou Zé Roberto, Ibson, Juan; Emerson, entrou Josiel, Adriano

Técnico: Rogério Lourenço

Gols no 1º Tempo:

  • 27′, 30′, 33′ – Weldon (Sport)
  • 5′, 9′ – Emerson (Flamengo)
  • 26′ – Durval (Sport)