Sport Recife anuncia DISPENSA de jogador investigado

Na noite desta segunda-feira, o Sport oficializou a saída do lateral-esquerdo Igor Cariús. Desde agosto, o jogador estava suspenso pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva, inicialmente com uma pena de 540 dias, posteriormente reduzida para 360 dias, em decorrência de sua investigação no caso de manipulação de jogos do Campeonato Brasileiro.

Cariús era o último remanescente vinculado a algum clube no escândalo de apostas. Apesar da suspensão que o impossibilitava de atuar pelo restante da Série B, o Sport adiou a decisão sobre o jogador.

Em outubro, o posicionamento do Leão indicava que a decisão seria tomada com ponderação, contemplando até mesmo a possibilidade de sua permanência até 2024. Nos bastidores, o ge apurou que a saída do atleta suscitava preocupações na diretoria quanto ao impacto que isso poderia causar no elenco.

O anúncio ocorre em um momento desafiador para o Sport em relação ao acesso à Série A. Para alcançar esse objetivo, o Leão precisa vencer o Sampaio Corrêa no sábado e ainda contar com combinações de resultados favoráveis.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Entenda a situação


A situação de Igor Cariús foi notavelmente peculiar. Dentre os oito atletas submetidos a julgamento no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), ele foi o único a ser inicialmente absolvido, ainda no primeiro semestre. Isso resultou em sua liberação para participar de partidas, após um período de suspensão preventiva, e ele atuou em 12 jogos pelo Sport antes de ser novamente condenado.

A condenação, emitida no início de agosto durante um novo julgamento no STJD, foi severa. Com a apresentação de novas evidências pelo Ministério Público, Cariús recebeu uma punição de 540 dias de suspensão e uma multa de R$ 50 mil. Apesar disso, o lateral-esquerdo ainda cultivava a esperança de uma absolvição que, infelizmente, não se concretizou. A decisão final resultou na redução da pena para 360 dias e da multa para R$ 40 mil.