SPORT RECIFE teve contrato HISTÓRICO com a Adidas. Entenda!

A parceria entre o Rubro-Negro e a marca alemã Adidas perdurou desde 2014 até 2017, sem apresentar propostas para a renovação do contrato, mantendo-se com valores estáveis ao longo de três anos, os quais equivaliam a 6 milhões de reais.

Após esse período de três anos com a Adidas, o Sport fechou um acordo com a Under Armour por R$ 12 milhões por ano. O contrato com a marca de material esportivo Under Armour foi anunciado em janeiro de 2018 e começou a valer em junho. Até a efetivação desse novo contrato, o Leão buscou continuar com a Adidas, sem imposição de custos para a empresa alemã.


A partir de 2017, o Sport teve uma nova fornecedora de material esportivo: a norte-americana Under Armour vestiu o Leão. O contrato, anunciado em janeiro, teve a duração de quatro temporadas, com valores próximos a R$ 12 milhões por ano, o dobro do que era pago pela Adidas. A marca alemã havia sido parceira do Rubro-Negro desde 2014, mas não apresentou proposta para a renovação do contrato.

A intenção do clube era tentar estender o fornecimento, sem custo, com a Adidas até junho do ano seguinte, quando começou o contrato com a Under Armour.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

E para 2024?


Ao término desta temporada, o Sport planejava trocar de fornecedor de materiais esportivos. Com o destaque da equipe em 2023 e o significativo aumento de patrocinadores na camisa, totalizando R$ 9 milhões apenas neste ano, o Leão tinha duas propostas em consideração para que uma nova empresa vestisse o time a partir de 2024.

Uma das opções envolvia a criação de uma marca própria para o Leão, seguindo o exemplo de clubes como Fortaleza, Ceará, Bahia e Coritiba. Durante uma entrevista exclusiva no Fórum Esportivo da Rádio Jornal, o presidente Yuri Romão afirmou que a Umbro, atual fornecedora e patrocinadora do clube desde 2019, apresentou uma proposta de renovação. Contudo, a decisão seria tomada com base na proposta mais vantajosa financeiramente.

É relevante recordar que no final do ano anterior, a New Balance e a Volt haviam feito propostas ao Sport. No entanto, o clube optou por estender o contrato com a Umbro, devido à falta de tempo hábil para uma análise mais aprofundada dos novos pretendentes.