Presidente do Sport não perdoou e DETONOU ADRYELSON

No panorama do futebol brasileiro, é corriqueiro vermos clubes enfrentando dificuldades financeiras e problemas jurídicos com jogadores. Um caso que chamou atenção recentemente envolve o time do Sport e o zagueiro Adryelson, que atualmente veste a camisa do Botafogo. O presidente do clube pernambucano, Yuri Romão, abriu o jogo e falou sobre a situação.

Em entrevista concedida ao podcast Embolada, Romão destacou o que considera ser o “mais absurdo” problema de dívidas antigas do Sport, levado a público no tumultuado ano de 2022. Ao descrever o caso de Adryelson, o presidente do Leão trouxe à tona a insatisfação com a maneira que o empréstimo do jogador para o Al Wasl, dos Emirados Árabes, foi conduzido e como isso impactou as finanças do clube.

“Para mim, o maior absurdo dentro do clube ainda é o caso Adryelson”, enfatizou Romão. O mandatário do time não concordou com a decisão de emprestar um atleta do calibre de Adryelson de forma gratuita. Ele saiu do Sport em maio de 2021 para jogar no time árabe, mas um ano depois retornou ao Brasil sem ter sanado os débitos com o antigo clube. Isto é, o jogador foi emprestado sem custo e ainda debita com o Sport.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Um negócio ABSURDO

Um detalhe interessante neste contrato de empréstimo é que havia uma cláusula prevendo uma possível compra por parte dos Emirados por 350 mil dólares, fato que nunca ocorreu. Quando o jogador retornou ao país, ele entrou com uma ação judicial pedindo 3,5 milhões de reais ao clube pernambucano. “Está aí três milhões e meio para pagar”, apontou Yuri Romão.

Yuri Romão assumiu a presidência do Sport em outubro de 2021, período marcado por altos e baixos no clube. Após gerir o time durante a turbulenta temporada de 2022, ele obteve a confiança dos sócios e foi eleito para seu primeiro mandato completo, que durará até 2024.

A situação do Sport continua desafiadora, com pendências jurídicas e financeiras. O caso Adryelson é apenas um exemplo gritante das adversidades enfrentadas pelos times brasileiros no cenário financeiro atual. O presidente Yuri Romã, no entanto, segue otimista e determinado a superar os obstáculos e fazer do Sport um clube cada vez mais forte e sólido.