Presidente do SPORT foi visitar jogadores do FORTALEZA no hospital?

Na quinta-feira, o presidente do Sport, Yuri Romão, e o CEO do Fortaleza, Marcelo Paz, abordaram o ataque sofrido pela delegação do time cearense após o empate de 1 a 1 entre as equipes na Arena de Pernambuco. Já no hospital, ambos os dirigentes falaram sobre a situação do incidente.

O ônibus foi alvejado por uma bomba e pedras, resultando em jogadores sendo encaminhados ao hospital. Marcelo Paz mencionou ter identificado torcedores usando “camisa amarela”, associada à principal organizada do Sport.

Seis jogadores ficaram lesionados: Titi, Brítez, João Ricardo, Sasha, Dudu e Escobar, sendo que este último necessitou de sutura. O dirigente também informou que um membro da comissão técnica foi designado para formalizar uma queixa sobre o incidente. Yuri Romão, presidente do Sport, expressou a opinião de que o ataque pode ter sido premeditado, dadas as circunstâncias em que ocorreu.

Aspas do “Presida”

O vídeo tá nas mídias e o que a gente pode concluir é que foi pensado, como disse Marcelo (Paz). É lamentável. A gente, enquanto dirigente, está numa luta há mais de dois anos de tentar mudar o futebol do Brasil.”

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“A gente conversa diariamente com todos os presidentes em busca da melhora do futebol, mas esse extracampo, essa selvageria, acho que a palavra mais adequada pra esse ato é selvageria. Infelizmente não é só do nosso time, torcedor, mas de vários outros, e que pune a grande maioria das torcidas, porque essa grande maioria já está em casa, dormindo…”

“E uma minoria que se acha dona das arquibancadas, dona das festas, como se autodenomina, acha que pode interceptar o ônibus de uma delegação… Foi um jogo belo, jogado, duas equipes grandes do futebol nordestino, bom de se ver, tive a oportunidade de cumprimentar o presidente porque foi um jogo bonito de se ver.”