Polêmica: Gol de Araújo traumatizou todos torcedores do SPORT

Em 2012, após 15 rodadas, o atacante Araújo voltou a marcar um gol na última rodada do campeonato. Nos Aflitos, ele foi o responsável pelo gol da vitória do Náutico no clássico contra o rival Sport, determinando o rebaixamento do adversário e dando ao Timbu a opção de escolher entre a Sul-Americana e a Copa do Brasil em 2012.

“Eu sei que entrei na história do clube. Fazer esse gol foi especial para mim, pois existia muita coisa envolvendo essa partida. Sem contar que foi um gol histórico minha terra, representando o meu Náutico.”
Apesar de ter registrado oito gols no Campeonato Brasileiro, o jogador pernambucano de Caruaru não alcançou o desempenho esperado pela torcida. Iniciou de maneira promissora, com a maioria de seus gols sendo marcados durante a primeira metade da temporada, mas experimentou uma queda de rendimento, perdendo a posição de titular no ataque.

O QUE FOI DITO?

Mesmo assim, Araújo afirmou estar satisfeito com sua performance no Brasileirão. “Fiz gols e ajudei bastante a equipe taticamente. Se eu fizer uma análise, estive em 70% das partidas do Náutico no Brasileiro, então sou parte essencial da campanha. Me prejudiquei um pouco por conta do posicionamento, até me acostumar. Diminui meus gols, mas consegui ajudar o time ao máximo.”

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Na ocasião, Araújo retomou a dança do break, que se tornou característica em suas últimas celebrações. O atacante não exibia seu característico gingado desde a derrota por 3 a 1 contra o Botafogo, no Engenhão, pela 23ª rodada.

“Eu gosto de hip hop, escuto direto e aprendi a dançar quando jogava no Catar e não tinha nada para fazer. Comecei a assistir vídeos no youtube e copiar as danças. Aí fazia a dancinha no vestiário e a rapaziada gostou, pedindo que eu fizesse a cada gol. Nada como voltar a gingar depois de marcar num jogo como esse.”