Veja: Náutico venceu seu último título na sorte contra o Sport

O Náutico conquistou o título pernambucano de 2021 ao vencer o Sport nos pênaltis por 5 a 3, em uma emocionante disputa realizada no Estádio dos Aflitos. Esta vitória marcou o 24º título estadual para o Timbu.

A primeira etapa não proporcionou muitas emoções, com ambas as equipes se preservando e mostrando mais cautela do que agressividade. Apesar da forte marcação de ambos os lados, o Náutico teve as melhores oportunidades, com Jean Carlos quase abrindo o placar em duas ocasiões, destacando-se aos 34 minutos ao cobrar dois escanteios fechados com rara felicidade.

O segundo tempo foi mais movimentado, com ambas as equipes balançando as redes. Aos 32 minutos, Kieza avançou e marcou para o Náutico. O Sport buscou o empate nos acréscimos, aos 41 minutos, com Mikael aproveitando um desvio de Toró para igualar o placar.

E os penaltis?

A decisão foi para os pênaltis, e o Náutico converteu todas as suas cobranças com Jean Carlos, Vinicius, Hereda, Giovanny e Kieza. Enquanto isso, o Sport teve sucesso com Iago Maidana, Mikael e Tréllez, mas Marquinhos desperdiçou sua cobrança, levando o Náutico à vitória.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Ficha técnica do jogo:

  • Local: Estádio dos Aflitos, Recife (PE)
  • Data-Horário: 23/05/2021 – 16h (de Brasília)
  • Árbitro: Rodolpho Toski (Fifa-PR)
  • Auxiliares: Kleber Lucio Gil (Fifa-SC) e Guilherme Camilo (Fifa-MG)
  • VAR: Carlos Braga (RJ)
  • Cartões amarelos: Rhaldney, Bryan, Luiz Henrique, Erick, Kieza (NAU); Iago Maidana, Tréllez, Adryelson, Marquinhos (SPT)
  • Gols: Kieza (32’/2ºT), Mikael (41’/2ºT)

Escalações:

Náutico: Alex Alves; Hereda, Wagner Leonardo, Camutanga (Ronaldo Alves, aos 46/2ºT) e Bryan; Djavan (Matheus Trindade, aos 14/2ºT), Rhaldney (Marciel, aos 13/2ºT) e Jean Carlos; Erick (Giovanny, aos 27/2ºT), Vinicius e Kieza. Técnico: Hélio dos Anjos.

Sport: Maílson; Patric, Iago Maidana, Adryelson e Sander; Marcão Silva (Tréllez, aos 36/2ºT), José Welison (Thiago Lopes, aos 27/2ºT), Júnior Tavares e Thiago Neves (Mikael, aos 36/2ºT); Everaldo (Toró, aos 17/1ºT) e Neilton (Marquinhos, aos 27/2ºT). Técnico: Umberto Louzer.