Jogador uruguaio é um dos grandes ídolos do Sport Recife

Um dos maiores ídolos do clube, o uruguaio Raul Bentancor, iniciou sua trajetória no adversário rubro-negro. Ele jogou no clube do Uruguai nas décadas de 40 e 50 antes de se transferir para o Recife em 1959. Na capital pernambucana, conquistou o bicampeonato pernambucano em 1961 e 1962. Além disso, Bentancor também atuou pelo Montevideo Wanderers, também do Uruguai.

Além de ter jogado no Danubio, Bentancor treinou o clube de sua formação em três oportunidades, sendo o técnico nas décadas de 70 e 80. Vestindo a camisa do Sport, Bentancor marcou 90 gols. O “Bigode que joga” defendeu as cores do Rubro-negro até 1964, quando encerrou sua carreira como jogador aos 34 anos e iniciou a carreira como treinador.

O jogador é considerado o maior ídolo da história do Sport pelos torcedores que o acompanharam no final da década de 50 e início de 60.

Homenageado

Raul Bentancor foi homenageado na primeira partida da final do Campeonato Pernambucano de 2012. Os jogadores rubro-negros entraram em campo com duas bandeiras, uma do Sport e outra do Uruguai, e o nome de Bentancor foi estampado nas camisas dos atletas leoninos.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Bentancor jogou pelo Leão da Ilha entre 1959 e 1963. Recentemente, estava no Uruguai, onde faleceu na última quinta-feira. Além de jogador, Raul também exerceu a função de técnico no Sport, conquistando o bicampeonato em 1961 e 1962. O ex-jogador também teve passagens pela seleção uruguaia, onde foi campeão sul-americano.

O Sport Recife, ao longo de sua rica história, teve diversos ídolos que marcaram época e conquistaram o coração dos torcedores. Entre essas figuras emblemáticas, destacam-se alguns jogadores que se tornaram verdadeiras lendas do clube.