Grupos da Copa do Nordeste são divulgados com polêmica

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) conduziu, na noite desta quinta-feira, o sorteio que definiu a composição dos dois grupos da Copa do Nordeste de 2024. O evento ocorreu no teatro do Sesc Cajuína, em Teresina. O início da competição está agendado para o dia 4 de fevereiro, com a decisão, composta por dois jogos, prevista para o mês de junho.

A polêmica gira em torno dos atuais finalistas Sport e Ceará estarem no mesmo grupo, provocando um grande confronto logo de início. Assim como Bahia e Fortaleza, os atuais times de maior orçamento da região.

Grupo A:

  • Sport;
  • Ceará;
  • CRB;
  • Vitória;
  • Botafogo-PB;
  • América-RN;
  • River-PI;
  • Maranhão.

Grupo B:

  • Fortaleza;
  • Bahia;
  • Náutico;
  • ABC;
  • Juazeirense;
  • Altos;
  • Treze;
  • Itabaiana.

  • Para o sorteio, os 16 clubes participantes foram divididos em quatro potes, cada um com quatro participantes. A posição de cada clube em cada pote foi determinada pelo ranking de clubes da CBF. Dois times de cada pote foram sorteados para integrar o Grupo A, e dois para o Grupo B.
Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Sistema da Competição

  • 1ª fase (fase de grupos): 16 clubes distribuídos em dois grupos de oito clubes cada, definidos por sorteio público;
  • 2ª fase (Quartas-de-final): oito clubes distribuídos em quatro grupos de dois clubes cada;
  • 3ª fase (Semifinal): quatro clubes, em dois grupos de dois clubes cada;
  • 4ª fase (Final): dois clubes em um grupo.

Na 1ª fase, os clubes do Grupo A enfrentarão os clubes do Grupo B em turno único. Ao término dessa fase, os quatro primeiros colocados de cada grupo avançarão para a fase seguinte.

Datas das fases da Copa em 2024:

  • Fase de grupos: de 4 de fevereiro a 27 de março;
  • Quartas de final: 10 de abril;
  • Semifinal: 24 de abril;
  • Finais: 5 e 6 de junho.

O clube vencedor da Copa do Nordeste terá vaga garantida na 3ª fase da Copa do Brasil de 2025. Se o campeão já tiver obtido essa vaga pela participação na Libertadores de 2025 ou por outro critério estabelecido no regulamento da Copa do Brasil, a vaga será transferida para o vice-campeão do torneio, e assim por diante.