Grande vitória do Leão teve até baixaria de jogador com técnico

Sob pressão em seu cargo, o técnico do Náutico, Allan Aal, protagonizou um momento tenso durante o jogo de ida da final do Campeonato Pernambucano contra o Sport, realizado nos Aflitos. Culminando em uma baixaria, sobretudo com a situação da partida: derrota em casa para o rival.

Durante a parada técnica, que ocorreu aos 25 minutos do primeiro tempo, Aal teve uma intensa discussão com o volante Marco Junior à beira do gramado. O embate entre os dois chegou a um ponto em que o treinador empurrou levemente o jogador.

O ex-zagueiro e atual comentarista da Globo, Danny Morais, comentou que discussões são comuns durante as partidas, mas considerou que o comportamento do treinador ultrapassou um pouco os limites.

“Acho que passou um pouquinho do ponto. A discussão é válida, mas é preciso cuidar com as atitudes. Isso era por conta do desencaixe na marcação. Mas acho que passou um pouquinho do ponto. Não é legal diante da torcida isso acontecer.”

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Acabou demitido

O técnico Allan Aal não resistiu à derrota para o Sport no jogo de ida da final do Campeonato Pernambucano e foi demitido do Náutico. Essa demissão já vinha sendo discutida há algum tempo no clube, embora tenha gerado opiniões divergentes entre os membros internos.

Apesar de alcançar alguns dos objetivos estabelecidos para o primeiro semestre, como a classificação para a Copa do Brasil do próximo ano e para as quartas de final da Copa do Nordeste atual, Aal enfrentou críticas internas pelo desempenho da equipe.

Em 21 jogos na temporada, o Náutico conquistou nove vitórias, seis empates e sofreu seis derrotas, resultando em um aproveitamento de 52,3%.

Após a derrota para o América-RN na Copa do Nordeste, na quarta-feira anterior, alguns membros da direção alvirrubra defenderam a demissão do treinador, mas a ideia foi descartada devido à proximidade do primeiro jogo da final do Pernambucano.