URGENTE: Sport joga a pá de cal e demissão é anunciada

O técnico Allan Aal não resistiu à derrota para o Sport no jogo de ida da final do Campeonato Pernambucano e foi demitido do Náutico. Essa demissão já vinha sendo discutida há algum tempo no clube, embora tenha gerado opiniões divergentes entre os membros internos.

Durante o primeiro tempo do jogo, Aal teve uma acalorada discussão com o volante Marcos Júnior e, após a partida, nem sequer compareceu à entrevista coletiva. Houve até mesmo o risco de Allan Aal não comandar o Náutico no jogo seguinte, contra o Sport.

Após a derrota para o América-RN na Copa do Nordeste, na quarta-feira anterior, alguns membros da direção alvirrubra defenderam a demissão do treinador, mas a ideia foi descartada devido à proximidade do primeiro jogo da final do Pernambucano.

Situação insustentável

No entanto, o destino de Aal dentro do Náutico já estava praticamente selado, com a possibilidade de demissão sendo considerada pela ala mais crítica da direção, mesmo em caso de conquista do título estadual.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Apesar de alcançar alguns dos objetivos estabelecidos para o primeiro semestre, como a classificação para a Copa do Brasil do próximo ano e para as quartas de final da Copa do Nordeste atual, Aal enfrentou críticas internas pelo desempenho da equipe.

Em 21 jogos na temporada, o Náutico conquistou nove vitórias, seis empates e sofreu seis derrotas, resultando em um aproveitamento de 52,3%.

“Continuamos confiando no projeto, mas toda confiança em qualquer projeto não pode afastar os ajustes necessários. Entendemos que o momento é de ajustes e vamos seguir em busca do nosso maior objetivo que é o acesso à Série B.” – disse o presidente Bruno Becker, mesmo após a derrota.