Goleiro eterno reserva de Ceni se destacou no Sport Recife

O ex-goleiro João Bosco de Freitas Chaves, mais conhecido como Bosco, celebra seu 49º aniversário nesta terça-feira, 14 de novembro de 2023. Ao longo de sua carreira, o arqueiro pernambucano teve duas passagens pelo Sport Recife nas décadas de 90 e 2000.

A primeira ocorreu de 1993 a 2000. Durante sua extensa trajetória no Leão da Ilha, o goleiro teve destacadas atuações, contribuiu para a conquista de títulos e, posteriormente, foi contratado pelo Cruzeiro. Após defender a Raposa e retornar ao time rubro-negro em 2002, Bosco transferiu-se para a Portuguesa. No ano seguinte, regressou à equipe Leonina, onde conquistou mais títulos até encerrar definitivamente seu vínculo em 2004.

De acordo com o site ogol.com, Bosco disputou 95 partidas pelo Sport, somando as duas passagens. Ele conquistou sete Campeonatos Pernambucanos (1994, 1996, 1997, 1998, 1999, 2000 e 2003), duas Copas do Nordeste (1994 e 2000) e uma Copa Pernambuco (2003).

Posteriormente, em sua carreira, Bosco jogou pelo Fortaleza e pelo São Paulo. No Tricolor do Morumbi, foi parte do elenco campeão mundial em 2005 e tricampeão brasileiro em 2006, 2007 e 2008, antes de encerrar sua carreira.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Aposentadoria precoce

Um dos principais jogadores da história do futebol nordestino, João Bosco conquistou muitos títulos importantes por onde passou, em especial no Fortaleza, onde foi campeão cearense e peça chave no acesso a Série A. Apesar da brilhante passagem como arqueiro, decidiu seguir sua vida nos Estados Unidos, após não receber mais propostas para seguir no futebol.

O arqueiro defendia o São Paulo na época e após fim de contrato dispensou o empresário e decidiu cuidar das negociações e por isso mudou para os EUA onde sua família tinha vida estabelecida e acabou encerrando sua passagem nos gramados, como contou ao Globo Esporte.

“Parei com 36 anos. No meu projeto, eu jogaria por mais dois anos, mas não apareceu nada para mim. Fui para os Estados Unidos e na época mantive um celular apenas para receber propostas, mas não apareceu nada. Ninguém me ligou. Então, fui ficando. Para não dizer que não apareceu nada, tive conversas com Santa Cruz e Fortaleza, mas não vingou”