Final do Pernambucano terá TORCIDA ÚNICA ou NÃO?

Com a classificação do Náutico para a final do Campeonato Pernambucano contra o Sport, a Federação Pernambucana de Futebol determinou que as duas partidas da decisão terão torcida única, seguindo o mesmo formato das semifinais, onde o Sport eliminou o Santa Cruz.

A confirmação veio do presidente da FPF, Evandro Carvalho. Assim, no jogo de ida da final, marcado para o próximo dia 30 (sábado), no estádio dos Aflitos, apenas a torcida alvirrubra estará presente. Já o segundo jogo, agendado para 6 de abril, na Arena de Pernambuco, será exclusivo para os torcedores rubro-negros.

Evandro explicou que a redução no número de incidentes policiais nos dois clássicos entre Sport e Santa Cruz, durante as semifinais, justifica a continuidade da medida de torcida única, que ele defende para ser mantida por tempo indeterminado no estado.

Mais briga

É relevante ressaltar que, na tarde do último sábado, antes do clássico entre rubro-negros e tricolores, um grupo de aproximadamente 30 torcedores, alguns vestidos com camisas amarelas da Torcida Jovem do Leão, responsável pelo ataque ao ônibus da delegação do Fortaleza, agrediu um homem vestido de branco, supostamente torcedor do Santa Cruz.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O incidente teve lugar no Bairro de Boa Viagem, situado na Zona Sul do Recife, a uma distância de 22 quilômetros da Arena de Pernambuco, onde ocorreria a partida.

“Os resultados foram excelentes. No primeiro jogo entre Santa Cruz e Sport tivemos 35 mil pessoas no Arruda e existia uma estimativa de 40 intervenções policiais, pela média na região metropolitana, mas só tivemos três. No jogo de sábado, tivemos 45 mil pessoas na Arena, e existia uma previsão de até 50 intervenções policiais, mas tivemos cinco. O resultado foi absurdamente melhor.”

“Portanto essa é uma decisão permanente até que as torcidas entendam que elas precisam conviver como gente, e não como bicho.”