FEDERAÇÃO está repudiando fala do Presidente do SPORT

A Federação Cearense de Futebol (FCF) emitiu uma nota oficial repudiando as declarações de Iury Romão, presidente do Sport Club Recife. O dirigente comparou o incidente envolvendo a torcida do seu clube com a violência observada na torcida do Fortaleza.

“Espera-se que o presidente do Sport assim como as autoridades pernambucanas desportivas e da segurança pública gastem os seus cinco minutos tentando encontrar os responsáveis pelo atentado terrorista sofrido pela agremiação do Fortaleza e não dando entrevistas sem qualquer cunho informativo ou resolutivo da questão.”

A FCF manifestou sua posição contrária às declarações de Romão, especialmente quando ele resgatou o episódio de violência ocorrido entre as torcidas na Neo Química Arena em 2023, durante uma entrevista ao Seleção SporTV.

O presidente e amigo (Paz), às vezes, esquece que a torcida do Fortaleza é uma das mais violentas do Brasil. Fez o que fez na Neo Química Arena. Então não é algo específico de Pernambuco”.

O que será dito?

Marcelo Paz respondeu ao comentário e recomendou que Romão tomasse medidas imediatas. “Presidente Yuri e amigo, eu não esqueço que a torcida do Fortaleza tem histórico de violência. A diferença é que, quando houve a violência na Neo Química Arena, que foi numa terça, no sábado a gente rompeu com as duas organizadas do Fortaleza. Talvez precise ser feito isso aí também.”

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“A Federação Cearense de Futebol vem repudiar as declarações do presidente do Sport Club do Recife, Yuri Romão, e não se intimidará, de forma alguma, com comentários de quem quer que seja sobre suas atitudes e decisões tomadas em prol do futebol cearense e em defesa de todos aqueles que fazem parte do nosso futebol.

A Federação Cearense de Futebol comunica que não irá gastar apenas cinco minutos, mas todo o tempo necessário para que tudo seja devidamente esclarecido e os responsáveis punidos em todas as searas, sejam aqueles que contribuíram diretamente quer seja indiretamente para o trágico e inaceitável episódio que não permanecerá apenas no discurso oportunista de quem deveria estar preocupado em localizar os responsáveis por essa verdadeira tentativa de homicídio”.