Confirmado: CBF respondeu pedido sobre a suspensão de IGOR CARIUS

O lateral-esquerdo Igor Cariús, denunciado na Operação Penalidade Máxima por seu envolvimento em um esquema de manipulação de resultados no futebol brasileiro, teve seu pedido de suspensão da pena negado pelo ministro Og Fernandes, vice-presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Na Operação Penalidade Máxima, Cariús enfrenta acusações de participação em organização criminosa, corrupção ativa e passiva em um esquema investigado inicialmente pelo Ministério Público de Goiás.

A defesa do jogador argumenta que o órgão goiano não tem competência para julgar o caso, uma vez que as ações ocorreram em São Paulo, Fortaleza e Cuiabá, durante sua passagem pelo time da capital mato-grossense na temporada de 2022.

Penalidade Jurídica

O ministro Og Fernandes, no entanto, considera que a penalidade é uma decorrência direta da operação iniciada em Goiás, não havendo ilegalidade ao processar a ação em um local diferente da infração. Assim, o pedido de liminar foi indeferido em 20 de janeiro, mantendo o status de réu do atleta na esfera civil.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

No âmbito esportivo, Cariús já cumpriu metade da pena estabelecida pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), sendo o restante convertido em multa, uma vez que o órgão não apresentou recurso a tempo em resposta à solicitação de reversão da defesa do jogador.

Consequentemente, Cariús aguarda a possibilidade de voltar a atuar a partir de 27 de janeiro. O atleta assinou um pré-contrato com o Sport duas semanas atrás para retornar às fileiras rubro-negras em 2024, inclusive passando por avaliação médica no CT do clube.

Em 2023, com a camisa do Leão da Ilha, o lateral-esquerdo participou de 41 partidas, marcando um gol e contribuindo com oito assistências, sendo seu último jogo em julho contra o CRB, pela Série B do Campeonato Brasileiro.