ATENÇÃO: Sport está tentando barrar a Torcida Jovem

O Sport não abrirá a arquibancada do setor sul superior da Arena de Pernambuco para o jogo contra a Juazeirense nesta quarta-feira. Essa decisão, considerada uma medida preventiva pela direção do clube, foi comunicada pelo vice-presidente jurídico do Leão, Rodrigo Guedes, no final da manhã.

Essa ação é essencialmente um complemento, em termos institucionais, da determinação do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), que limitou parcialmente o efeito suspensivo concedido para que o Leão atue como mandante em competições da CBF.

O STJD também decidiu fechar espaços designados para torcidas organizadas. Portanto, com essa medida do Sport, todo o setor sul da Arena de Pernambuco estará indisponível para a principal torcida organizada do clube, que tradicionalmente ocupava essa área do estádio e, devido à sanção judicial, anunciou a mudança para a arquibancada superior através das redes sociais.

Mudanças imediatas

Não será permitida entrada de qualquer tipo de vestimenta, adereço ou objetos que façam alusão às torcidas organizadas. E o setor sul, comumente utilizado pela organizada envolvida no episódio do Fortaleza, estará completamente fechado. O clube já tomou todas a providências junto às autoridades judiciais para que tenhamos um espetáculo sem qualquer transtorno.”

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) emitiu uma nova determinação em relação ao pedido de efeito suspensivo feito pelo Sport para interromper a penalidade de oito jogos sem público até que o recurso relacionado ao incidente com o ônibus do Fortaleza seja julgado. Agora, a decisão proíbe a presença de qualquer torcida organizada associada ao clube rubro-negro no estádio.

Isso significa que, na prática, o Sport manterá o essencial: a possibilidade de contar com a presença da torcida “regular” até que o recurso seja julgado. Contudo, o auditor-relator do STJD, Felipe Bevilacqua, após uma nova avaliação do processo, incluiu a proibição das torcidas organizadas.