URGENTE: Gabigol estaria banido do futebol por 720 dias

Gabigol foi sancionado com uma suspensão de dois anos devido a uma fraude no exame antidoping. O julgamento, que teve início na semana anterior, foi concluído nesta segunda-feira. O atacante do Flamengo compareceu à audiência perante a Justiça Desportiva Antidopagem, que durou pouco mais de duas horas.

A penalidade terá início a partir de abril, podendo ser alvo de recurso. O julgamento foi decidido por uma margem estreita, com um placar de 5 a 4 a favor da punição ao jogador. Gabigol foi acusado de violar o artigo 122 do Código Brasileiro Antidopagem, relacionado à “fraude ou tentativa de fraude em qualquer parte do processo de controle”.

Conforme o código, a condenação pode resultar em uma suspensão de até quatro anos. A denúncia foi apresentada no final de dezembro, e a defesa foi protocolada em 26 de janeiro, dentro do prazo estipulado, incluindo anexos de imagens das câmeras de segurança do Centro de Treinamento Ninho do Urubu para corroborar a versão do atleta.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Como foi o julgamento?

No último dia 20, ocorreu a primeira sessão do julgamento, que durou cinco horas e foi conduzida de forma remota pelo Tribunal de Justiça Desportivo Antidopagem (TJD-AD). Gabigol prestou seu depoimento por meio de videoconferência, assim como outras sete testemunhas.

Naquela ocasião, o tribunal optou por adiar a sessão e retomá-la nesta segunda-feira, também de forma virtual. Gabigol participou novamente da sessão nesta tarde. Uma das argumentações da defesa do jogador ressalta que ele realizou o exame de sangue, considerado mais eficaz.

Gabigol foi representado pela equipe do advogado Bichara Neto, conhecido por defender Paolo Guerrero na suspensão por doping nos tribunais da Fifa em 2017. O vice-presidente geral e jurídico do clube, Rodrigo Dunshee, também esteve presente na sessão em defesa do jogador.