Torcida organizada do SPORT foi banida do futebol?

Na reunião mensal do Conselho Deliberativo do Sport, realizada nesta terça-feira (12), os conselheiros decidiram pelo banimento da principal torcida organizada do clube. Essa medida foi uma resposta ao ataque sofrido pela delegação do Fortaleza, que resultou em seis jogadores feridos devido ao lançamento de pedras e bombas caseiras.

O conselheiro Pedro Lacerda comentou sobre o processo que culminou no banimento da organizada, que tem histórico de reincidência em casos de violência. “Na reunião mensal do Conselho Deliberativo houve o debate de dois pontos: a questão da violência das torcidas organizadas e a absurda decisão do STJD.”

“Depois de um intenso  debate no plenário do conselho por unanimidade aprovaram o requerimento no sentido de que a maior organizada do clube. A torcida Jovem passa a ficar banida no acesso ao Sport Club do Recife, seja em dia de jogo ou não, passa a ser proibido o uso de cores da torcida organizada.”

Mais palavras foram ditas

“Por essa decisão no plenário do conselho o clube fica com relações rompidas com essa agremiação que tanto tem prejudicado o nosso clube. O conselho, ontem, entrou na linha de frente proibiu e baniu a torcida, não tem mais essa torcida. Foi uma decisão do conselho que representa o sócio. Então, o sócio do Sport através do conselho teve uma decisão corajosa banindo essa torcida.”
No mesmo dia em que o Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) impôs uma punição ao Sport devido ao atentado cometido por membros da organizada contra o ônibus do Fortaleza em fevereiro, a decisão de banir a torcida organizada foi tomada.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O Leão da Praça da Bandeira foi condenado a perder o direito de sediar oito partidas em competições organizadas pela CBF, as quais serão realizadas sem a presença de público. Além disso, o clube terá que pagar uma multa de R$ 80 mil e não terá direito a ingressos para seus torcedores nos jogos como visitante durante esse período. Vale ressaltar que essa decisão não é final e o clube já anunciou que irá recorrer.