STF CONFIRMOU! Sport Recife vai perder o título de 87 na Justiça???

O Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou o recurso apresentado pelo Flamengo, confirmando assim o Sport como o único campeão brasileiro de 1987, conforme inicialmente reportado pela “Jovem Pan”. A decisão foi divulgada na segunda-feira (4).

No parecer de Dias Toffoli, o relator menciona decisões judiciais anteriores e opta por não dar continuidade ao Recurso Extraordinário com Agravo do Flamengo. O Ministro também recorda a decisão do STF em 2017, quando o Tribunal já havia estabelecido que o Sport foi o vencedor nacional daquele ano.

Além disso, a decisão mantém o São Paulo como o detentor da Taça das Bolinhas, pois o troféu foi concedido ao primeiro pentacampeão brasileiro. O Tricolor conquistou o quinto título nacional em 2007, enquanto o Flamengo buscava o quinto título desde 1992.

“Assim, o reconhecimento, em definitivo, do Sport Clube Recife como único campeão legítimo do torneio brasileiro de futebol 1987, conduz à inexorável improcedência do pedido formulado na ação principal.”

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O que se tratou?

Foi no dia 7 de fevereiro de 1988, quando o zagueiro Marco Antônio marcou o gol que permitiu ao Sport Club do Recife vencer o Guarani por 1 a 0 na final do Campeonato Brasileiro de 1987. O ano de 2023 marca precisamente o 35º aniversário do Sport se tornando campeão nacional, um título que é preservado como uma relíquia no clube.

O Campeonato Brasileiro daquele ano ficou conhecido por gerar polêmicas que se prolongaram por décadas, principalmente pelo Flamengo. O regulamento da competição previa que os dois primeiros colocados dos Módulos Verde e Amarelo deveriam disputar um quadrangular final.

Apesar disso, Flamengo e Internacional recusaram-se a participar das partidas finais, resultando em W.O para Sport e Guarani. Como consequência, o Sport disputes a final contra o Guarani, vencesse e tornasse o oitavo clube a levantar a tão cobiçada Taça das Bolinhas no Brasil.