Sport recém avalia renovar com jogador muito cobiçado mundialmente

O jovem zagueiro Nassom, uma revelação da base do Sport, está sendo cortejado pelo futebol europeu, com o Zenit, da Rússia, e o Portimonense, de Portugal, demonstrando interesse em seu talento.

O Zenit planeja inicialmente integrar Nassom à sua equipe B. Ambos os clubes estão acompanhando de perto a situação do defensor, cujo contrato com o Leão da Ilha expira em dezembro. A partir do meio do ano, ele estará livre para assinar um pré-contrato com qualquer equipe.

O Sport iniciou negociações para estender o contrato de Nassom, mas as condições oferecidas até agora não foram satisfatórias. O clube deseja prolongar o vínculo e emprestá-lo para que ele ganhe experiência.

Apesar de ter feito uma partida pelo time profissional nesta temporada, Nassom não teve mais oportunidades. No entanto, o zagueiro de 21 anos se destacou pelo clube pernambucano durante a última Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Dirigente mandou na lata

Contudo, de acordo com João Marcelo Barros, integrante do comitê gestor de futebol do Rubro-negro, o clube não foi abordado por nenhum interesse em relação ao jogador.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“Não chegou nenhuma sondagem. Estamos abertos para conversar caso haja interesse de clubes. Já deixamos muito claro em outros movimentos que fizemos como Paulinho, Juan Xavier, Gean e Ryan, por exemplo, que o desenvolvimento de jovens atletas passa essencialmente pela exposição em jogos”

O jogador, que foi titular no empate por 2 a 2 contra o Náutico na Copa do Nordeste, marcou um gol contra durante a partida. No entanto, teve uma boa performance no geral. Com seu contrato válido até o final da temporada, uma eventual renovação está sendo debatida internamente, conforme afirmou o diretor.

“Caso os clubes nos apresentem um projeto que demonstre a possibilidade de aproveitamento dos jovens, vamos avaliar com bons olhos. Quanto a renovação, ela passa também por uma avaliação de potencial de aproveitamento. Se entendermos que conseguiremos aqui ou em outros clubes dar minutagem ao atleta, vamos considerar a possibilidade.”