RITHELY vai ganhar 17 MILHÕES do Sport na Justiça?

No último dia de julgamento, o Sport de Recife foi condenado a pagar R$ 8,2 milhões em salários atrasados, FGTS não recolhidos, férias e 13º para o volante Rithely, que atuou por nove temporadas no clube. Após ajustes de juros e correções monetárias, além dos honorários advocatícios e contribuições fiscais, o montante total da sentença estimada pelo juiz pode chegar a expressivos R$ 17 milhões.

O volante de 32 anos, que defendeu o rubro-negro pernambucano por quase uma década, recorreu à Justiça Regional do Trabalho da 6ª Região para reclamar os valores, entendendo que os seus direitos foram desrespeitados pela agremiação. A causa inicialmente peticionada por Rithely e seus advogados era de assombrosos R$ 20.903.331,80, mas houve ajustes na contagem final devido a entendimentos parciais favoráveis ao atleta.

Dentre os elementos do processo, a maior parcela devida se deve à rescisão indireta do contrato de trabalho entre o jogador e o clube, previsto no artigo 31 da Lei 9615/98. Segundo essa lei, a cláusula compensatória desportiva é devida pelo clube no valor líquido e certo de R$ 8.208.000,00, conforme expressamente fixado no contrato do volante com o Sport.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Outros valores pendentes incluem FGTS não pagos de setembro a dezembro de 2018, e de janeiro a junho de 2020, 13° salário integral dos anos de 2017 e 2018, e proporcional do ano de 2020, além de férias integrais de 2018 e proporcionais de 2020.

Quais são os próximos passos do processo?

O Sport, por meio de seu vice-presidente jurídico, Rodrigo Guedes, afirmou estar aguardando a publicação da sentença para estudar a possibilidade de recurso. Mencionou que já estão sendo realizadas análises dos valores cobrados pelo jogador.

Guedes evidenciou que a demanda original era de quase R$ 21 milhões e na sentença esse valor caiu para R$ 12 milhões. Classificou o processo como complexo e afirmou que o clube sempre buscará o que for melhor para o Sport.

Enquanto aguarda os próximos capítulos desse imbroglio jurídico, Rithely segue a sua carreira no futebol, tendo deixado o Paysandu em Maio de 2023. Deixou o Sport em 2020, após disputar 356 jogos e marcar 26 gols pelo clube.