Quanto o Sport ganhou com GRANDE VENDA para a Itália?

Quando o empréstimo de Mikael foi oficializado pelo Sport Recife em 31 de janeiro de 2022, a Salernitana ocupava a última posição na tabela, somando apenas 11 pontos em 21 jogos na Série A do Calcio. Contudo, nas 17 rodadas subsequentes, o time grená surpreendentemente acumulou 20 pontos, conquistando quatro vitórias, o que lhe permitiu evitar o rebaixamento.

Apesar de Mikael ter sido acionado apenas ocasionalmente e geralmente nos momentos finais, a chegada de outros reforços, como o volante Éderson, ex-Fortaleza, também contribuiu para a reviravolta.

A Salernitana saiu da zona de rebaixamento e terminou em 17º lugar na classificação. De acordo com o contrato entre Sport e Salernitana, os europeus estão obrigados a adquirir os direitos econômicos do centroavante revelado na Ilha.

A negociação envolve dois valores: um obrigatório em caso de permanência, de 2,75 milhões de euros, e outro opcional, de 5,00 milhões de euros. Apesar de, teoricamente, ser vantajoso para o Sport que a equipe italiana permanecesse na Série A, a escassa participação do jogador de 22 anos torna improvável o exercício da opção.

Qual o valor?

O valor em reais foi estabelecido com base na cotação do dia do pagamento, valendo até 48 horas após o início do empréstimo. Utilizando a cotação de aproximadamente R$ 5,15 por 1 euro, o montante total seria de R$ 14.162.500. O Sport receberia 70% desse valor (R$ 9.913.750; 1,925 milhão de euros), enquanto Mikael ficaria com os outros 30% (R$ 4.248.750; 825 mil euros).

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Mikael deixou a Salernitana após 6 meses, foi para o Internacional. Mikael deixou o clube gaúcho com apenas um jogo disputado e nenhum gol. Sua participação se deu nos minutos finais do confronto contra o Melgar-PER, na eliminação da Copa Sul-Americana de 2022. Posteriormente, apesar de ter sido relacionado, o jogador não entrou em campo.

Após a saída, o jogador acertou com o América-MG. Mikael não conseguiu se firmar na equipe mineira. Apresentado como reforço em fevereiro, o atacante participou de nove partidas, registrando apenas um gol. No América-MG, enfrentou a forte concorrência do artilheiro Mastriani e outros jogadores de destaque no elenco. Sua última aparição em campo foi na partida contra o Fluminense, ocorrida em 19 de agosto.