Problemão: atacante segue fora do Sport e preocupa Soso

O Sport ainda não sabe se poderá contar com o meia-atacante Chrystian Barletta na próxima segunda-feira (10), quando enfrenta o Paysandu na Arena de Pernambuco, pela Série B do Campeonato Brasileiro.

Barletta, que sofreu um trauma no joelho minutos antes do jogo passado contra o Goiás, segue em tratamento e não participou das atividades desta terça-feira (4).

Além da incerteza quanto à participação de Barletta, o Sport também não poderá contar com o lateral-direito Pedro Lima, que está com a Seleção Brasileira sub-20, e com o meia Tití Ortiz, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Essas ausências complicam ainda mais a vida do técnico Mariano Soso, que busca alternativas para montar um time competitivo.

Retornos no Sport

Por outro lado, nem tudo é má notícia. O volante Felipe, que não pôde jogar contra o Goiás devido a questões contratuais, está de volta.

Além dele, o meia Alan Ruiz e o atacante Zé Roberto, que cumpriram suspensão automática na rodada anterior, também estão disponíveis para o próximo confronto. Esses retornos são um sopro de esperança em meio à adversidade.

O Sport vive um momento delicado na Série B. Ocupando a sexta colocação com 12 pontos, o Leão vem de três derrotas consecutivas para Ituano, Avaí e Goiás. Já o Paysandu, próximo adversário, está na 19ª posição com apenas cinco pontos.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

A necessidade de vitória é urgente para ambos os times, mas a pressão sobre o Sport é ainda maior, considerando as expectativas e a necessidade de recuperação na tabela.

Expectativas de Soso

Mariano Soso tem um desafio significativo pela frente. Ele precisa encontrar a melhor formação e estratégia para superar o Paysandu e voltar ao caminho das vitórias. A ausência de Barletta, vice-artilheiro da equipe com sete gols, é um golpe duro, mas o retorno de jogadores importantes pode equilibrar a balança.

O jogo contra o Paysandu é crucial. A expectativa é que o Sport consiga se reorganizar e mostrar um desempenho à altura de suas capacidades.

A ironia de enfrentar um adversário na zona de rebaixamento enquanto luta para se manter no topo da tabela traz uma camada extra de tensão e necessidade de superação.

Com isso, o Sport enfrenta com ausência de Chrystian Barletta, mas conta com o retorno de outros jogadores-chave para tentar reverter a má fase. O duelo contra o Paysandu promete ser um teste de fogo para Mariano Soso e seu elenco, que precisam mostrar resiliência e determinação para sair com os três pontos.