Presidente do SPORT foi sincero se o LEÃO vai virar SAF um dia

Em uma entrevista exclusiva concedida ao CNN Esportes S/A, o presidente do Sport, Yuri Romão, compartilhou sua visão sobre o futuro do clube, enfatizando que não há como escapar da necessidade de se tornar uma Sociedade Anônima do Futebol (SAF).

“Eu não vejo outra alternativa. Se a gente for viver apenas das receitas de televisionamento ou no máximo de um patrocínio de camisa, a gente nunca vai chegar num volume expressivo, como o time do Flamengo. “

“Junto ao Flamengo você tem um Palmeiras, Corinthians, São Paulo, o próprio Atlético-MG. São times que têm receitas gigantescas que a gente nunca vai conseguir chegar nesse patamar se a gente não tiver um investidor.”

Situação do clube

Desde 2023, sob sua liderança, o clube, que atualmente está na segunda divisão nacional, conquistou o bicampeonato pernambucano. Romão ressaltou a importância de adotar novos modelos de gestão para que clubes como o Sport possam competir de igual para igual com os grandes do futebol brasileiro.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

De acordo com ele, depender exclusivamente de fontes de receita tradicionais, como direitos de transmissão e patrocínios, impõe sérias limitações ao crescimento do clube. “Se a gente não tiver um investidor, nunca vamos chegar num volume expressivo de receitas”.

Os esforços para reorganizar as finanças tiveram como resultado a redução dos atrasos nos pagamentos salariais e uma significativa diminuição da dívida ativa do clube.Uma auditoria identificou um endividamento de aproximadamente R$ 330 milhões, porém, estima-se que esse montante seja reduzido para R$ 148 milhões até o final do ano.