Jogador do SPORT foi HUMILHADO por jornalista em time anterior: “Palhaço”

O jornalista Renato Maurício Prado criticou fortemente o zagueiro Sabino em 2020, que desperdiçou uma cobrança de pênalti aos 47 minutos do segundo tempo na derrota de virada do Coritiba no último sábado para o Botafogo por 2 a 1, no Couto Pereira, pelo Campeonato Brasileiro 2020.

Renato referiu-se a Sabino como “palhaço” e declarou que, se fosse o presidente do Coxa, teria rescindido o contrato dele ainda no vestiário. Com o revés, o Coritiba permaneceu com 21 pontos e foi ultrapassado pelo próprio Botafogo, que atingiu 23 pontos. O primeiro clube fora da zona do rebaixamento era o Bahia, que acumulava 28 pontos e ainda tinha um jogo a disputar nesta rodada.

No final das contas, tanto o Coritiba quanto o Botafogo foram rebaixados para a Série B do ano seguinte. Sendo o Vovô rebaixado em 19° e o Botafogo o lanterna da competição. Tendo no ano seguinte, o defensor desembarcado em Recife para defender o Leão da Ilha.

O que RMP postou?

“Se eu sou presidente do Coxa, esse palhaço teria o contrato rescindido no vestiário. Ele e o treinador que o escalou como cobrador de pênalti! Ridículo tem limite.”

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.


Renato Maurício Prado esteve no centro de uma discussão acalorada com Galvão Bueno durante os Jogos Olímpicos de Londres em 2012. Renato solicitou a Galvão que compartilhasse no ar uma “piada” que ele havia feito nos bastidores, sugerindo que a seleção masculina de vôlei, em 1984, teria conquistado uma medalha devido ao boicote dos países do bloco soviético aos Jogos de Los Angeles.

A reação do narrador foi de indignação, resultando em uma repreensão ao comentarista durante a transmissão. O desentendimento prolongou-se por alguns minutos e teve como consequência a saída de Renato da emissora.