INCRÍVEL: Sport Recife METEU 8 A 1 no Guarani

O Sport havia recebido o Guarani na Ilha do Retiro no último sábado com o objetivo de retornar à zona de acesso para a Série A do Campeonato Brasileiro. E alcançou esse objetivo. Na estreia do técnico Givanildo Oliveira, a equipe aplicou a maior goleada desta Série B sobre o adversário, vencendo por 8 a 1.

Com esse resultado expressivo, o clube recifense atingiu os 29 pontos e recuperou a quarta posição na tabela. Por sua vez, a equipe campineira permaneceu com 20 pontos, ocupando apenas uma posição acima da zona de rebaixamento.

O gol marcado logo aos 3 minutos de jogo e a expulsão de Danilo Silva aos 11 minutos (por reclamação sobre a marcação de um pênalti) praticamente selaram a vitória pernambucana. Sem mostrar capacidade de reação, o Guarani sucumbiu à pressão do adversário e deixou a Ilha do Retiro em uma situação ainda mais delicada no campeonato.

Até aquela partida, o Sport havia anotado apenas 21 gols e possuía um dos ataques menos eficazes da competição. No entanto, com os oito gols marcados naquele sábado, a equipe pernambucana passou a figurar entre as mais goleadoras. Por outro lado, o Guarani se destacou entre as defesas mais vazadas, com um total de 29 gols sofridos.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O jogo


Aos 3 minutos, o Sport abriu o placar. Adriano Magrão aproveitou um cruzamento da direita em uma cobrança de falta e fez um gol de cabeça certeiro no canto direito do goleiro do Guarani.

Aos 11 minutos, o árbitro assinalou um pênalti duvidoso a favor do time da casa, quando o zagueiro da equipe campineira dominou a bola com a barriga e o árbitro interpretou como mão na bola. Devido à reclamação sobre a jogada, Danilo Silva foi expulso, deixando o Guarani com dez jogadores.

Na cobrança, Fumagalli bateu com precisão Novamente em uma cobrança de pênalti, Marco Antônio dessa vez marcando seu primeiro gol com a camisa do Sport.

No segundo tempo, o Sport não se contentou e continuou a criar oportunidades. Adriano Magrão marcou mais quatro gols e encerrou a partida como artilheiro, com cinco gols. Fumagalli completou a contagem. No final, Edmilson ainda descontou para o Guarani.