Ídolo do Náutico quase veio parar no Sport Recife

O atacante uruguaio Acosta, que era adorado pela torcida do Náutico, esclareceu sua saída do Timbu em 2008, após ganhar notoriedade nacional com sua atuação no Série A do Campeonato Brasileiro de 2007. Durante uma transmissão ao vivo no perfil oficial do clube vermelho e branco no Instagram, ele recordou que, ao longo de toda a temporada, recebeu seu salário apenas durante cinco meses.

Além disso, o ex-camisa 25 afirmou que não se arrepende de não ter recorrido à Justiça. Segundo o atleta, que hoje tem 43 anos e ainda está ativo no futebol de Brasília, o Corinthians ofereceu um salário quatro vezes maior, o que contribuiu para sua decisão de deixar o Náutico.

“Tem muito torcedor que ficou chateado. Falo com muito hoje em dia. Mas, tipo assim, quando joguei no Náutico, participei de todo um ano e só recebi cinco meses. Nem por isso coloquei o time na Justiça. O Corinthians me ofereceu quatro vezes mais. Fiquei com um pé atrás, mas era uma situação difícil. O presidente me pediu até para ficar, mas não tinha como”.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Quase parou na Ilha?

Acosta também ressaltou que, além do Corinthians, havia outra proposta, que era do Sport. Segundo o atacante, ele chegou a se reunir com a direção rubro-negra na época para negociar. No entanto, quando chegou a hora de tomar uma decisão final, ele desistiu do acordo devido ao respeito que nutria pelo Náutico.

“Mas para se ter uma ideia, eu poderia ter ido jogar no Sport e não fui. Preferi ir para o Corinthians. Até cheguei a sentar com a direção lá. Só que não dava para trocar o Náutico pelo rival. Isso pelo carinho e ligação mesmo”
Acosta conquistou reconhecimento no Brasil principalmente através de sua passagem pelo time dos Aflitos. Ele se juntou à equipe em 2007 e desempenhou um papel fundamental na construção de uma campanha histórica de recuperação na Série A. Ao final da temporada, terminou como o vice-artilheiro daquele Brasileirão, tendo marcado 19 gols, ficando atrás apenas do atacante Josiel.