FORÇA JOVEM do Sport segue sendo a grande prejudicada na Justiça

O Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) anunciou, nesta terça-feira, uma redução na pena do Sport em decorrência do ataque de uma organizada ao ônibus do Fortaleza em 22 de fevereiro passado.

A punição inicial de oito jogos de portões fechados foi diminuída para quatro partidas com a presença de público, mas sem a participação da organizada envolvida no incidente. Além disso, o clube foi multado em R$ 80 mil.

Segundo o entendimento do Sport, a punição já foi cumprida nos jogos contra Murici-AL (Copa do Brasil), Náutico e Juazeirense (Copa do Nordeste), restando apenas o cumprimento da sanção contra o Ceará, marcado para esta quarta-feira, na Copa do Nordeste.

As consequências

O Sport já vinha comercializando ingressos com restrição ao setor das torcidas organizadas, medida que foi reforçada pelo Pleno do STJD. A confirmação sobre quantos jogos o clube ainda precisa cumprir será esclarecida pela Diretoria de Competições da CBF, conforme a entidade afirmou, apesar de o próprio clube pernambucano aguardar essa informação.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Desta vez, o relator do caso, Bevilacqua, considerando os argumentos apresentados pelo Sport, destacando o episódio como um “caso de segurança pública”, propôs uma punição parcial ao clube. Bevilacqua sugeriu manter o veto à entrada de torcidas organizadas no estádio, mantendo o setor Sul Inferior da Arena de Pernambuco fechado por um período entre quatro a seis partidas, além de uma multa de R$ 100 mil.

Ao final, o Pleno decidiu pelo fechamento de 25% do estádio em quatro partidas, incluindo obrigatoriamente o setor da torcida organizada, que ficará proibida de acessar o estádio durante o período determinado. Portanto, a torcida Jovem segue sendo a mais prejudicada nisso tudo.