Entenda: MBAPPÉ pode vir atuar no Brasil?

Mbappé informou à direção do Paris Saint-Germain sua decisão de deixar o clube ao término do contrato, que expira em junho. Essa notícia foi divulgada por diversos veículos da imprensa francesa nesta quinta-feira.

Conforme reportado pela emissora “RMC”, o jogador manteve sua promessa ao presidente do PSG, Nasser Al-Khelaïfi, de ser o primeiro a informar sobre sua permanência ou saída do clube. Segundo os jornais “L’Équipe” e “Le Parisien”, a reunião ocorreu na última terça-feira no centro de treinamento em Poissy, onde o jogador de 25 anos solicitou que o dirigente não apresentasse uma contraproposta.

Prontamente torcedores brasileiros movimentaram nas redes sociais brincando sobre uma possível chegada do craque francês ao futebol nacional. Surgiram montagens de Mbappé vestindo as camisas de Flamengo, Grêmio e Corinthians. No entanto, o destino do goleador deverá ser o futebol espanhol.

Para onde ele irá?

Conforme relatado pelo “Le Parisien” no início de fevereiro, Mbappé tomou a decisão de se transferir para o Real Madrid no meio deste ano. Em junho do ano anterior, o atacante francês havia formalizado seu desejo ao PSG, por meio de uma carta, de não acionar uma cláusula de renovação para mais uma temporada, mantendo seu vínculo com a equipe francesa até junho de 2024.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O Real Madrid tem buscado a contratação de Mbappé há dois anos, mas o PSG conseguiu resistir às investidas, mantendo o astro da seleção francesa até o término do contrato. Embora o PSG não tenha direito a qualquer compensação por uma possível transferência, a imprensa local já havia noticiado que Mbappé chegou a um acordo com a diretoria, renunciando a aproximadamente 80 milhões de euros (R$ 428 milhões) referentes a bônus de fidelidade aos quais teria direito.

Segundo as regulamentações internacionais de transferências da Fifa, um jogador pode assinar um pré-contrato com outra equipe quando estiver a menos de seis meses do término de seu compromisso atual, como é o caso de Mbappé. No entanto, não há evidências de que o francês já tenha firmado um pré-contrato com o Real Madrid.