Dirigente do LEÃO da ILHA humilhou a Federação Pernambucana

Após o presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), Evandro Carvalho, responder às críticas feitas pelo comitê gestor do Sport em relação ao Campeonato Estadual, o diretor jurídico rubro-negro, João Guilherme Ferraz, emitiu um comunicado oficial pelos canais do clube para rebater as declarações do mandatário.

Após a vitória sobre o Afogados, os dirigentes do Sport manifestaram insatisfação com a arbitragem de Michelangelo Almeida, alegando que um pênalti a favor do Rubro-negro não foi assinalado, além de criticarem a falta de organização no Pernambucano.

Em resposta, durante uma participação no Cast FC, Evandro argumentou que a reclamação do Sport carecia de fundamento, destacando que a Comissão de Arbitragem avaliou que o árbitro tomou a decisão correta na jogada e até beneficiou o Leão ao assinalar um pênalti irregular sobre Pedro Vilhena.

Falou na lata

Continuando suas declarações, o dirigente da FPF afirmou que o árbitro do confronto continuaria apitando jogos do Rubro-negro sem a necessidade de um sorteio. Diante desses comentários de Evandro, João Guilherme Ferraz expressou preocupação com a integridade do campeonato.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“O presidente, mostrando total desconhecimento com as regras do futebol e previsões existentes no estatuto, afirmou que o árbitro não tinha errado e que o mesmo árbitro iria apitar o jogo seguinte do Sport. Desde já o clube mostra uma grande preocupação com a lisura do campeonato porque é necessário um sorteio, conforme previsto legalmente.”

Buscando evitar prolongar a polêmica, o diretor do Sport fez um apelo para que os clubes do Estado se unam, visando resgatar o interesse dos torcedores no futebol pernambucano.

“Mais uma vez o Sport deseja que os clubes unam-se no sentido de valorizar o futebol pernambucano para que o campeonato volte a despertar o interesse das pessoas.”