DESENCANTOU: Ele saiu do Corinthians e estreou arrasando em novo time

Aos 20 minutos do segundo tempo, o estádio Zerão testemunhou uma agitação intensa. Portando as credenciais, o camisa 30 do Sport, Chrystian Barletta, tornou-se protagonista. Aos dois minutos da segunda etapa, brindou uma assistência magistral a Gustavo Coutinho, que marcou o terceiro gol para o Leão no jogo.

Aos 20 minutos, Barletta balançou as redes, selando a goleada sobre o Trem-AP na Copa do Brasil. Sua atuação foi extraordinária, garantindo a classificação para a próxima fase em uma estreia perfeita com as cores rubro-negras. Além de sua habilidade como garçom e oportunista, o meia-atacante também demonstrou ser um driblador hábil.

O gol marcado contra o Trem-AP foi o terceiro em estreias ao longo da carreira de Barletta. Em 2019, quando jogava pelo Joinville, o atacante fez seu primeiro gol como profissional em um confronto contra o Avaí pelo Campeonato Catarinense.

Ano passado novamente

No ano passado, esse feito se repetiu durante uma temporada especial para o jovem jogador. Vestindo a camisa do São Bernardo, clube que o lançou para o cenário nacional, Barletta marcou contra a Inter de Limeira.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Meses depois, foi adquirido pelo Corinthians. Contra o Trem, quando não estava servindo assistências ou balançando as redes, Barletta demonstrou suas habilidades dribladoras com canetas e chapéus. A última vítima, aos 31 minutos do segundo tempo, foi Eduardo Lopes, meio-campista do Trem-AP, que tentou desarmar Barletta de maneira apressada e viu a bola passar entre suas próprias pernas.

  • Ceará (2023): 11 jogos, 3 gols
  • Corinthians (2023): 5 jogos, 0 gols
  • São Bernardo (2023): 13 jogos, 4 gols e uma assistência
  • Chapecoense (2022): 30 jogos, 4 gols e uma assistência
  • Bahia (2021): 11 jogos, sem gols marcados
  • Joinville (2019 a 2021): 62 jogos e 6 gols.