Atacante DISSE NÃO ao São Paulo para ficar no Sport

A trajetória de Rogério, um atacante talentoso com passagens por diversos clubes, tem um capítulo especial no Sport Club do Recife.

Nascido em Roçadinho, distrito de Pesqueira, Rogério iniciou sua jornada no futebol enfrentando muitos desafios. Desde cedo, mostrou determinação, chegando a pedalar 18 quilômetros para treinar.

Essa persistência o levou a jogar por grandes clubes como Náutico, Botafogo, Vitória, São Paulo, Bahia, Ceará, Juventude, Pumas do México e, agora, Vitória das Tabocas.

Em 2016, durante um momento crucial de sua carreira, Rogério recebeu uma proposta tentadora de Rogério Ceni, então técnico do São Paulo.

“O Sport já foi ocasião, assim, que tinha andado mais, já estava mais experiente, foi muito bom pra mim. Eu escolhi ficar no Sport. Rogério Ceni me ligou e disse: ‘quer voltar para o São Paulo?’ E eu falei: ‘xará, agora é o momento de ficar aqui'”, contou Rogério em entrevista.

Naquele ano, ele estava em ótima fase, marcando sete ou oito gols no segundo turno do Brasileirão e sendo fundamental para que o Sport não caísse para a Série B.

Passagem pelo Sport

Um dos momentos mais marcantes de sua passagem pelo Sport foi quando ele abriu o placar em um jogo decisivo na Ilha do Retiro, garantindo a permanência do clube na elite do futebol brasileiro.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“Aquilo só fez crescer mais. Depois, a oportunidade no Sport não foi como eu esperava, o futebol tem dessas coisas, mas agradeço ao Sport também por ter jogado”, relembrou o atacante.

Agora, aos 33 anos, Rogério descarta os apelidos que o acompanharam ao longo da carreira, como “Neymar do Nordeste”. Ele prefere se apegar à própria história e caminhada, ainda sonhando grande no futebol.

Atualmente, ele está jogando na Segunda Divisão estadual pelo Vitória das Tabocas, abraçado pelo clube e pronto para fazer história na região que o projetou.

“A gente está abraçando a causa do Vitória, vim para fazer história e se Deus quiser fazer um bom campeonato e ser campeão”, afirmou Rogério. Na nova equipe, ele terá a companhia de figuras conhecidas do futebol pernambucano, como o zagueiro Marcelo Ajul (ex-Sport) e os volantes Memo (ex-Santa Cruz) e Moacir (ex-Sport e Corinthians).

O Vitória das Tabocas estreia contra o Íbis na Série A2 do Pernambucano, em local e data a definir. A competição, que terá dez equipes, está prevista para começar em 29 de junho e oferece duas vagas de acesso.

Rogério, com sua experiência e determinação, continua a escrever sua história no futebol, lembrando sempre dos momentos marcantes e das decisões importantes que moldaram sua carreira.

E, apesar das dificuldades, ele mantém a fé e o compromisso de sempre dar o seu melhor em campo.