Jogador detona o Sport e anuncia decisão

Nesta quarta-feira (5), o meia-atacante Everton Felipe, criado nas categorias de base do Sport, anunciou sua aposentadoria do futebol aos 26 anos. Desde 2022, ele vinha lidando com dores persistentes no joelho, agravadas enquanto ainda atuava pelo Leão da Ilha.

Em um vídeo emocionado postado no Instagram, Everton não poupou críticas à diretoria do clube, que ele acusa de tê-lo “abandonado” durante sua lesão.

Desabafo e Decisão

“Adiei por muito tempo, mas agora não tem volta. Quem me acompanha no Instagram sabe das minhas lutas diárias, fazendo fisioterapias todos os dias para poder me recuperar e jogar futebol, mas não estou conseguindo. As dores não passam, e é muito complicado”, desabafou Everton Felipe.

Ele relembrou o momento em que começou a sentir as dores, em outubro de 2022. Na época, o Portimonense, de Portugal, havia feito uma proposta.

Quando tudo parecia acertado, o Sport entrou com uma contraproposta, convencendo-o a permanecer. A expectativa era de uma renovação de contrato até 2023, mas a assinatura nunca ocorreu.

Falta de Suporte

De acordo com o meia, faltou auxílio médico por parte do clube do formador:

“Informei ao departamento médico e a todos do clube que eu estava sentindo dores no meu joelho, que não conseguia correr, sentia muita dor no impacto. Fiz tratamento conservador, tentei voltar a jogar, treinar, mas não conseguia. Sentia muitas dores e informei ao clube,” relatou Everton.

Segundo ele, durante esse período, o Sport não cumpriu com os acordos verbais. “Sou matuto, do interior, e – para mim – o que foi falado vale mais que qualquer contrato assinado,” enfatizou.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Em um tom amargo, ele concluiu: “Aos diretores, ao presidente do clube, naquele momento: vocês acabaram com a vida de um menino de 24 anos. Vocês me largaram machucado. Se não queriam renovar comigo, tranquilo. Mas me largar machucado, sozinho?”

Everton Felipe continuou seus tratamentos na esperança de retornar aos gramados, mas a falta de apoio do Sport o deixou profundamente decepcionado.

“O que me deixa triste é que durante esses dois anos que estou em tratamento, ninguém do Sport nunca me ligou para falar comigo sobre. Entre idas e vindas, eu tenho oito anos de clube. Nunca faltei um treino, nunca fiz corpo mole,” destacou.

“Tenho mais de 150 jogos pelo clube. Nunca fui um craque, nunca fui unanimidade perante à torcida, mas dentro de campo, nunca faltou raça e vontade. E eu acho que não merecia essa falta de respeito. Mas futebol é assim,” lamentou.

Trajetória no Sport

Everton Felipe foi revelado pelo Sport e estreou profissionalmente em 2014, com apenas 16 anos. Apesar de um breve empréstimo ao Internacional, ele retornou ao clube em 2016, onde se destacou em 55 partidas, marcando três gols e fornecendo duas assistências. Em 2017, jogou 50 partidas, anotando quatro gols e duas assistências.

No início de 2018, Everton começou a temporada pelo Leão, mas logo foi emprestado e depois vendido ao São Paulo. Ele retornou ao Sport em 2021, participando de 20 partidas e contribuindo com uma assistência. Em 2022, jogou 18 partidas antes de ser forçado a parar devido às dores no joelho.

A carreira de Everton Felipe, marcada por promessas e desafios, chega a um fim precoce. Sua aposentadoria aos 26 anos é um testemunho das dificuldades enfrentadas por atletas, tanto físicas quanto emocionais.