Apodi surpreende o Sport e gera GIGANTE dor de cabeça

Apesar de ter começado com vitória no Campeonato Brasileiro de Futsal, o Sport não conseguiu manter o mesmo nível nesta quinta-feira (23) e acabou sendo derrotado por 4×0 diante do Apodi-RN, no Ginásio do Geraldão. A partida, que prometia ser uma grande exibição do Leão em casa, acabou se transformando em um pesadelo.

Um Início Promissor, Mas…

Jogando pela primeira vez em casa, o Sport se lançou ao ataque e pressionou o adversário desde o primeiro segundo. A torcida fazia festa, mas quem chegou ao primeiro gol foi o Apodi.

Na primeira descida perigosa, a equipe potiguar conseguiu encontrar a bola na referência, que só pisou para Kaio invadir e tirar do goleiro Neto, restando ainda 14 minutos no relógio. Esse gol cedo acabou desestabilizando a equipe rubro-negra.

Frustração gigante

Sentindo o gol, o Sport viu o Apodi ampliar a vantagem em uma jogada pela ala direita, onde a equipe visitante gerou uma situação de dois contra um. André Nem só precisou empurrar para ampliar a vantagem, restando pouco mais de 13 minutos do primeiro tempo.

A situação ficou ainda mais complicada quando, restando dois minutos para acabar a etapa inicial, o Sport foi castigado num contra-ataque concluído no segundo pau por Doh, que abriu três gols de vantagem no final do primeiro tempo.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

A postura do Sport na volta do intervalo não poderia ser diferente. A equipe voltou com determinação para reverter o placar. Henrique Dolly acertou o travessão após uma jogada de bola parada, e Witamar perdeu um gol na segunda trave.

Balão também quase marcou em uma cobrança de falta. A equipe rubro-negra tentava de todas as formas, mas a bola teimava em não entrar.

Golpe Final e Desespero

Quando faltavam cerca de 7 minutos para o apito final, o treinador Renan Franklin decidiu colocar o goleiro-linha para aumentar a pressão ofensiva. O Sport conseguiu gerar algumas situações de gol, mas a falta de efetividade foi crucial.

Em um contra-ataque rápido, André Nem aproveitou a ausência do goleiro e marcou com o gol vazio, fechando o placar em 4×0 para o Apodi.

Essa derrota contundente trouxe uma gigante dor de cabeça para o técnico Renan Franklin, que agora precisa encontrar soluções rápidas para reorganizar a equipe e voltar ao caminho das vitórias. O próximo desafio do Sport será crucial para recuperar a confiança e seguir firme na competição.