Zagueiro importante do Leão está Coach dos atletas

O defensor Ewerton Páscoa, com passagens por CRB, Sport e Santos, tem se destacado em sua conta no Instagram ao compartilhar insights sobre a psicologia dos atletas e o ambiente do futebol. Ele não apenas realiza palestras abordando esses temas, mas também revela aspectos cruciais dos bastidores esportivos.

Demonstrando uma eloquência notável, o paulista de 34 anos recentemente publicou um vídeo abordando o desempenho dos jogadores. Segundo ele, manter a consistência no futebol é desafiador devido a seis fatores, tanto externos quanto internos, que impactam os atletas. Esses elementos muitas vezes escapam à compreensão dos torcedores, tornando o processo ainda mais complexo.

“Por trás de uma atuação ruim ou uma fase, existem sempre alguns motivos. O atleta pode estar com um problema físico, problema familiar, pode não ter acordado bem, pode estar numa posição que ele não domina, pode estar sem confiança, pode não estar se sentindo importante dentro do grupo, não se sente pertencente àquele processo.”

Importância familiar

Ewerton também trouxe à tona um tema pouco explorado no cenário esportivo: a influência da família do atleta. Ele destaca que a maneira como lida com os familiares mais próximos tem um impacto significativo em seu desempenho em campo. Reforça a ideia de que, para alcançar um bom rendimento, é fundamental cultivar relações saudáveis na esfera pessoal.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“Existem atletas com uma forte dependência emocional dos pais. E eu vou te explicar: geralmente, o atleta veio de baixo, passou por muitos perrengues na infância com a mãe e com o pai, criando um forte laço familiar e gerando uma dependência emocional muito grande. “

Chegando ao clube em 2014, Ewerton Páscoa desempenhou papéis como zagueiro e volante pelo Leão, contribuindo em 70 partidas e celebrando a conquista da Copa do Nordeste e do Campeonato Estadual em 2014. No ano seguinte, viu sua posição ser perdida com a chegada de Matheus Ferraz durante o Campeonato Brasileiro da Série A. Em 2016, foi transferido para o Ceará.