Veja! MARCELINHO PARAÍBA foi preso em 2018

Em 2018, a Justiça havia determinado a prisão do jogador de futebol Marcelinho Paraíba, que na época defendia o time do Treze em Campina Grande, por atraso no pagamento de pensão alimentícia. O mandado de prisão foi emitido pelo juiz Cláudio Pinto Lopes, da Vara da Família de Campina Grande.

Marcelinho, então com 43 anos, tinha sido destaque ao longo da carreira, defendendo a Seleção Brasileira e clubes como São Paulo, Grêmio e Hertha Berlim, na Alemanha. O juiz ordenou que Marcelinho fosse recolhido por 30 dias ao Presídio Agnelo Amorim, conhecido como Presídio do Monte Santo, em Campina Grande.

Também intimou o Treze a descontar o valor devido diretamente no salário do atleta. O jogador não acompanhou a delegação do Treze na viagem que deixou Campina Grande na sexta-feira seguinte rumo a Maceió, onde enfrentariam o Santa Rita de Alagoas pela Série D do Campeonato Brasileiro. Na quinta-feira anterior, ele já havia faltado à atividade do time, alegando problemas pessoais.

Revogação

No dia seguinte à revogação do mandado de prisão por falta de pagamento de pensão alimentícia a um de seus filhos, Marcelinho Paraíba voltou aos treinos com a camisa do Treze-PB. A decisão judicial, que estava em vigor desde 11 de maio, foi cancelada na quarta-feira após o pagamento de cerca de 70% do valor da dívida.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Durante todo esse período, o jogador de 43 anos foi considerado foragido e deixou de comparecer às atividades do clube, revelando na reapresentação que temia ser preso.

“Eu tive que ficar uns dias fora de Campina Grande e tive medo de ser preso, confesso. Meu advogado me orientou e por isso eu passei uns dias fora da cidade até que essa situação se resolvesse”.

Marcelinho Paraíba ingressou no Sport em 2010, inicialmente por meio de um empréstimo do São Paulo. No ano subsequente, o clube efetivou a contratação definitiva do experiente atleta, que desempenhou um papel crucial no acesso à Série A do Brasileiro, contribuindo com 12 gols. Deixando o clube com mais de 90 jogos.