SPORT RECIFE vira tudo do avesso após notícia do STJD

A possibilidade que estava sendo considerada se confirmou. Após a recomendação do procurador-geral do STJD, Ronaldo Piacente, de negar o pedido da Federação Cearense de Futebol para que o jogo entre Sport e Ceará, válido pelas quartas de final da Copa do Nordeste, ocorresse com portões fechados, o auditor relator do órgão, Felipe Bevilacqua, sustentou essa decisão.

Assim, a partida entre os rubro-negros e os cearenses, que é uma reedição da grande decisão do campeonato do ano passado, terá público na Arena de Pernambuco. O jogo está marcado para o dia 10, às 21h30. Quem vencer avança para a semifinal do Nordestão.

No documento, Bevilacqua considerou o pedido da Federação Cearense e do filiado Ceará como “louvável” devido à “preocupação” com o confronto, mas reafirmou o posicionamento da Polícia Militar de Pernambuco de que há segurança suficiente para o duelo ocorrer com a presença de torcedores no estádio.

Vai acontecer!

Com a decisão final tomada, as partes envolvidas no processo, incluindo o Sport, a Federação Cearense e o Ceará, serão oficialmente comunicadas. Como mandante do confronto no dia 10, o Leão está atualmente discutindo quando começará a vender os ingressos para o jogo.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Vale ressaltar que, um dia antes do confronto de mata-mata (de jogo único) contra a equipe alvinegra, os rubro-negros terão um julgamento importante na Sessão do Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) sobre o caso Fortaleza.

Condenado a oito jogos de portões fechados em competições organizadas pela CBF – incluindo a Copa do Nordeste e a Copa do Brasil -, o Sport obteve um efeito suspensivo e, portanto, está temporariamente autorizado a atuar com público. No entanto, se for punido em última instância, não poderá receber torcedores a partir do confronto com o Vozão.

Em meio a algumas indefinições, o time pernambucano volta a campo neste sábado, às 16h30, em um jogo que vale o título: a última decisão do Campeonato Pernambucano, contra o rival Náutico, na Arena de Pernambuco. Depois de abrir vantagem por 2 a 0 nos Aflitos, o Leão pode até perder por um gol de diferença para conquistar o 44º troféu de campeão estadual.