SPORT ainda pode contratar para a temporada de 2024?

Os clubes que participam das duas principais divisões do futebol brasileiro terão a oportunidade de realizar contratações após o encerramento da primeira janela de transferências, originalmente prevista para o dia 7 de março, na próxima quinta-feira.

Uma cláusula no Regulamento Nacional de Registro e Transferência de Atletas da CBF possibilita contratações fora desse prazo, especificamente entre os dias 1º e 19 de abril. Na prática, os clubes da Série A e B do Campeonato Brasileiro podem contratar apenas jogadores que tenham sido inscritos em algum campeonato estadual no primeiro trimestre.

O período para efetuar esses registros é de 1º a 19 de abril. A cláusula também estipula que a rescisão do contrato com o clube anterior deve ocorrer por comum acordo. Além disso, há uma disposição que permite contratações de jogadores que estavam fora do país após o fechamento da janela, desde que o último contrato do atleta tenha sido encerrado até 7 de março.

Portanto, o Sport ainda poderá contratar mais reforços visando “encorpar” seu grupo visando a Série B de 2024. Vale ressaltar o destaque que o time está tendo no mercado, tendo contratado quase duas dezenas de jogadores.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Lista de reforços

Relação de reforços do Sport para o ano de 2024:
Goleiros: Caíque França (anteriormente na Ponte Preta) e Thiago Couto (anteriormente no São Paulo)
Laterais: Lucas Ramon (anteriormente no Mirassol) e Riquelme (anteriormente no Vasco da Gama)
Zagueiro: Luciano Castán (anteriormente no Cruzeiro)
Meias: Pedro Vilhena (anteriormente no São Paulo), Fabricio Domínguez (anteriormente no Racing-ARG) e Lucas Lima (anteriormente no Santos)
Atacantes: Zé Roberto (anteriormente no Mirassol), Arthur Caíke (anteriormente no Kashima Antlers-JAP), Pablo Dyego (anteriormente na Ponte Preta), Romarinho (anteriormente no Fortaleza), Gustavo Coutinho (anteriormente no Fortaleza), Christian “Tití” Ortiz (anteriormente no Barcelona-EQU) e Barletta (anteriormente no Ceará).