SOLTOU O VERBO! Jogador marcou época e ganhou vários títulos pelo SPORT RECIFE

Ao longo de sua carreira, o zagueiro teve uma passagem pelo Sport Recife entre o final dos anos 90 e o início dos anos 2000.

Essa trajetória do defensor central pelo Leão da Ilha ocorreu de 1998 a 2000, após ser revelado nas categorias de base do XV de Jaú, se profissionalizar no Juventus da Mooca e passar por clubes como Guarani e Corinthians. Ele chegou a Pernambuco na temporada em que o clube rubro-negro tinha um bom time e avançou até as quartas de final do Brasileirão.

De acordo com o site ogol.com, o zagueiro disputou 43 jogos e marcou apenas um gol durante essa passagem. Nesse período, conquistou três Campeonatos Pernambucanos em 1998, 1999 e 2000, além de uma Copa do Nordeste, obtida no seu ano de despedida. Posteriormente, Sangaletti ainda vestiu a camisa do Santos em 2000 e jogou no Náutico entre 2001 e 2002.

Sequencia da carreira

Após fazer sucesso no Timbu sob o comando de Muricy Ramalho, defendeu o Guarani e encerrou sua carreira no Internacional, em 2005.
O ex-zagueiro Sangaletti acumulou títulos pelo Corinthians, Náutico e Internacional, mas foi no Sport que viveu seu período mais consagrado como jogador. Vestindo a camisa rubro-negra, ele foi tricampeão pernambucano (1998, 1999 e 2000) e conquistou a Copa do Nordeste (2000). No entanto, nem todas as lembranças da Ilha do Retiro são positivas, e o motivo é o nome de Emerson Leão.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Em entrevista ao UOL Esporte, o jogador revelado pelo XV de Jaú, com passagens também por Juventus, Guarani e Santos, relembra o treinador com amargura. Segundo o ex-atleta, Leão tratava mal funcionários do Sport e tinha um estilo de liderança baseado na intimidação.