Por que CRISTIANO RONALDO foi SUSPENSO e PUNIDO do futebol?

O Comitê de Ética e Disciplina da Liga Saudita emitiu a decisão de punir Cristiano Ronaldo por realizar um gesto obsceno em direção à torcida do Al-Shabab. Apesar de ter enviado uma carta de explicação na manhã desta quarta-feira, o renomado jogador português foi suspenso por uma partida, recebeu uma multa de 10 mil riais (aproximadamente 13 mil reais, na cotação atual) e terá que pagar 20 mil riais (cerca de 26 mil reais) ao Al-Shabab.

Sob investigação da Saudi Pro League, Cristiano Ronaldo esclareceu que o gesto considerado provocativo durante o confronto entre Al-Nassr e Al-Shabab era, na verdade, uma celebração comum na Europa, conforme informado ao Comitê de Ética e Disciplina da Liga Saudita.

“Eu respeito todos os clubes. O movimento de braço expressou força e vitória e não tinha a intenção de ser vergonhoso ou obsceno. Na Europa, estamos acostumados com isso.”

Ficou feio

A controvérsia teve início durante a vitória por 3 a 2 do Al-Nassr sobre o Al-Shabab no último domingo, pela 21ª rodada do Campeonato Saudita. Após marcar o primeiro gol, o camisa 7 demonstrou irritação com torcedores adversários que provocavam ao gritar o nome de Lionel Messi em sua direção.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Cristiano Ronaldo, então, respondeu à torcida colocando a mão atrás dos ouvidos e fazendo gestos na região pélvica. Embora a transmissão oficial não tenha captado esses movimentos, vídeos com as imagens começaram a circular nas redes sociais.

Com a suspensão de um jogo, Cristiano Ronaldo estará ausente na partida do Al-Nassr contra o Al-Hazem nesta quinta-feira, às 14h (horário de Brasília), pela 22ª rodada do Campeonato Saudita.

Cristiano Ronaldo pode se tornar o maior artilheiro de todos os tempos, levando em conta jogos oficiais, com um total de 875 gols. Vale ressaltar que ele já detém o título de maior goleador na história da UEFA Champions League (138 gols – incluindo um na fase preliminar), do Real Madrid (450) e da seleção portuguesa (128).