Metade do elenco do SPORT foi formado por jogadores da base

Em 2017, com a promoção de sete jogadores que participaram da Copa São Paulo sub-20 para o elenco profissional, o Sport alcançou a marca de 16 atletas formados em suas categorias de base no time principal para aquela temporada.

Ainda que O Leão não tivesse concluído suas contratações naquela época, já era evidente que o clube mantinha uma política de valorização das categorias de base. Na temporada de 2016, o elenco já contava com jogadores como Renê, Oswaldo, Ronaldo, Neto Moura, Everton Felipe e Fábio, e para a temporada de 2017 houve o acréscimo de mais oito jogadores.

Os novos integrantes eram os goleiros Maylson e Lucas, o lateral esquerdo Caio, o zagueiro Adryelson, os volantes Thalysson e Fabrício, o meia Pardal e os atacantes Juninho, Wallace e Patrick. Com um total de 32 jogadores no elenco profissional até então, 16 eram oriundos das categorias de base, representando praticamente metade do grupo.

Elenco completo naquela época:

Goleiros: Magrão, Agenor, Mailson e Lucas
Laterais Direitos: Samuel Xavier e Raul Prata
Laterais Esquerdos: Renê, Mansur e Caio
Zagueiros: Mateus Ferraz, Durval, Henriques Bocanegra, Oswaldo, Ronaldo Alves e Adryelson
Volantes: Rithely, Ronaldo, Thalysson e Fabrício
Meias: Fábio, Neto Moura, Diego Souza e Pardal
Pontas: Lenis, Everton Felipe, Rogério, Marquinhos e Juninho
Atacantes: Paulo Henrique, Wallace, Patrick e Leandro Pereira

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

No final de 2017, o ano do Sport culminou com celebrações após o encerramento da Série A do Campeonato Brasileiro, mas, ainda assim, não deixou boas lembranças para os torcedores. O Leão iniciou a temporada concentrado na Copa do Nordeste e deu menos atenção ao Estadual, conquistando, ao final, apenas este último.

No segundo semestre, a equipe almejou fazer história na Série A e chegou a ocupar a quinta posição na tabela, porém, sofreu uma queda acentuada de desempenho, levando-a a lutar até a última rodada para evitar o rebaixamento. A vitória contra o Corinthians foi comemorada como se fosse um título, servindo apenas para evitar que o ano fosse completamente desastroso.