MARIANO SOSO consegue feito histórico após 66 anos

Sob a liderança do argentino Mariano Soso, o Sport reconquistou o título pernambucano, algo que não ocorria há 66 anos sob o comando de um técnico estrangeiro. Anteriormente, seu compatriota Dante Bianchi havia conduzido o Leão à vitória em 1958.

Durante o período com Soso como técnico, o Sport assegurou o título do Estadual 2024 com uma campanha sólida, vencendo o Náutico em dois jogos decisivos – triunfando por 2 a 0 na primeira partida e empatando em 0 a 0 na segunda, realizada no sábado, na Arena de Pernambuco.

Ao longo da história, o Sport teve 11 treinadores estrangeiros, predominantemente até a década de 1960, quando a presença de técnicos estrangeiros nos clubes pernambucanos era comum. Foi nesse contexto que o argentino Dante Bianchi se destacou, sendo o técnico estrangeiro que mais tempo comandou o Sport.

Foi lendário

Ele esteve à frente do Leão de 1956 a 1959, retornando em 1965 e pela última vez em 1969. Além do título em 1958, Bianchi também conquistou a taça em 1956. A contratação de Mariano Soso pelo Sport na sua primeira temporada como treinador surpreendeu a direção, que baseou sua decisão em estatísticas e estilo de jogo.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O histórico do treinador foi minuciosamente examinado pelo departamento de inteligência do clube. Essa é a primeira incursão do argentino no futebol brasileiro. Antes de Soso, o último estrangeiro a comandar o Sport foi o paraguaio Gustavo Florentín, em 2021 e 2022, deixando o clube durante o Pernambucano de 2022.

Mariano Soso tornou-se o 11º treinador estrangeiro a conquistar um título por um clube pernambucano. O último técnico nascido fora do país a vencer o Estadual foi o português Daniel Neri, que também fez história ao guiar o Salgueiro ao primeiro título de um clube do interior – além disso, é o único europeu na lista.