Jogador foi corrido da Série B e está próximo de acertar com o SÃO PAULO

O São Paulo resolveu a questão do lado esquerdo de sua defesa ao se aproximar da contratação do zagueiro Sabino, anteriormente no Sport e atualmente sem clube. O Tricolor está finalizando os detalhes para a assinatura de um contrato de curto prazo e baseado em produtividade com o jogador.

Sabino, um zagueiro canhoto com experiência, foi titular pelo Sport nas últimas três temporadas, porém após o rebaixamento não conseguiu o acesso. Em 2023, participou de 58 jogos e marcou sete gols. Devido ao encerramento das inscrições para o Campeonato Paulista nesta sexta-feira, é provável que Sabino só participe da Copa do Brasil, do Campeonato Brasileiro e da Libertadores pelo São Paulo.

As duas partes chegaram a um acordo recente para antecipar o término do contrato, que originalmente iria até abril. Durante sua passagem, Sabino participou de 147 partidas pelo Leão, marcando sete gols, todos no ano passado, e contribuindo para a conquista do Campeonato Pernambucano na temporada anterior.

Características do jogador

Para ser registrado no Campeonato Paulista, Sabino precisaria regularizar sua situação contratual nas próximas horas, o que parece improvável. No entanto, o São Paulo tem a possibilidade de contratar Sabino mesmo após o fechamento da janela de transferências em 7 de março, pois o zagueiro já estava livre de contrato com outro clube.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Sabino, revelado pelo Santos e com passagem pelo Coritiba antes de sua temporada no Sport, está prestes a reforçar a defesa do São Paulo. Após três temporadas, o zagueiro Sabino está se despedindo do Sport. A confirmação da saída do jogador foi anunciada pelo próprio clube pernambucano na noite desta segunda-feira, por meio de suas redes sociais.

Titular em 58 partidas na última temporada, o jogador de 27 anos ficou fora da reta final da Série B devido a uma fissura no pé esquerdo, o que exigiu um procedimento cirúrgico. A não renovação do contrato com Sabino se deve, em parte, ao seu salário considerado elevado em comparação com a atual realidade orçamentária do clube.