Jogador e futuro dono de time do Nordeste fez a maior bizarrice do ano dentro de campo

No Gre-Nal deste domingo (25), o Grêmio inaugurou o placar com um gol contra de Renê. O lateral, ao tentar dominar a bola após um cruzamento, acabou desviando-a para dentro da própria meta. O lance ganhou ampla repercussão nas redes sociais, com torcedores colorados expressando críticas ao jogador.

O gol contra aconteceu aos 15 minutos, mas o Internacional alcançou o empate 10 minutos depois, através de um belo gol de Maurício. Renê, que teve sua formação nas categorias de base do Sport e também passou pelo Flamengo, onde conquistou títulos como a Libertadores e o Campeonato Brasileiro, protagonizou o momento controverso no clássico.

Criado em sua cidade natal no Piauí, o jogador é conhecido por sua longa permanência nos clubes. Ele esteve em campo pelo Sport Recife de 2012 a 2017, destacando-se individualmente e posteriormente sendo transferido para o Flamengo. Ao todo, foram cinco temporadas e mais de 200 partidas pelo rubro-negro carioca.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Futuro dirigente

Renê, lateral do Internacional e apoiador financeiro do Picos na temporada de 2022, expressou seu interesse em desenvolver um projeto para assumir o controle da gestão do clube piauiense, especialmente após a saída de João Victor Pinheiro da presidência do Zangão.

Com o término do mandato do atual presidente previsto para outubro, Renê planeja que seu irmão, Ronaldo Rodrigues, assuma o papel de gestor na SEP. A apresentação desse projeto, com Renê e seu irmão liderando a SEP, está programada para novembro, conforme revelado pelo lateral do Internacional no programa Cultura no Esporte da Rádio Cultura FM, de Picos.

Para Renê, que assumiu alguns compromissos financeiros do Auriverde neste ano, Ronaldo Rodrigues é uma escolha qualificada para liderar a gestão do clube.