Jogador de SÃO PAULO e SPORT é liberado de TUMOR no CÉREBRO

Após seis meses desde a cirurgia para a remoção de um tumor no cérebro, Júnior Tavares, ex-jogador de São Paulo, Ponte Preta, Sport e Náutico, recebeu autorização para retornar aos gramados. Os relatórios dos profissionais médicos responsáveis pelo tratamento, enviados à família, confirmam que o lateral-esquerdo de 27 anos está apto para retomar sua carreira.

Júnior Tavares passou pela cirurgia em 21 de setembro de 2023, enquanto estava no elenco da Ponte Preta, e agora está avaliando suas opções para o restante da temporada. A última vez que o lateral-esquerdo entrou em campo foi em 23 de junho do ano passado.

Posteriormente, afastou-se dos gramados para investigar as causas de dores de cabeça frequentes, além de problemas de visão, incluindo episódios de escurecimento e flashes.

“Ele terminou todo o tratamento, e os exames de controle estão normais. Já faz alguns meses que ele foi liberado para realizar atividade física. Agora a liberação foi sem restrição. Pode retomar a vida e as atividades normalmente.” – disse a neurocirurgiã.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Abre aspas

Além de São Paulo, Ponte Preta, Sport e Náutico, Júnior Tavares teve passagens pelo Grêmio, Sampdoria na Itália, e Portimonense em Portugal. Na época, ele afirmou que sua prioridade era se curar do tumor, colocando temporariamente sua carreira em segundo plano, mas sempre confiante de que retornaria aos gramados.

“Eu já vinha tendo alguns flashes na visão, a vista ficando um pouco escurecida e com muita dor de cabeça. Teve um jogo, eu não me lembro qual, que tomei uma cabeçada e isso ficou me incomodando. Eu queria treinar e jogar, mas as dores foram se agravando. Eles pediram para eu fazer uns exames e foi então que constataram que eu estava com tumor no cérebro.”

“Eu falei com a doutora que fez minha cirurgia. Ela me passou que ocorreu tudo bem, que deu tudo certo. É um processo longo, mas agora é pensar no Carlos Eugênio, na minha recuperação. Depois penso no atleta. Vai dar tudo certo. Em breve acredito que estarei jogando de novo.”