Homem que invadiu gramado duas vezes portando drogas virou ídolo

Um torcedor do Náutico que invadiu o campo do Estádio dos Aflitos duas vezes em menos de 10 minutos durante a partida da equipe contra o Sport, válida pela final do Campeonato Pernambucano, tem se aproveitado da notoriedade conquistada com esse ato inusitado.

No último domingo, dia 31, foi avistado participando de uma pelada na cidade de Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife. Até então, seu nome verdadeiro não foi divulgado, mas, segundo páginas locais, ele é conhecido pelos apelidos de “Amendoim” e “Rasta, o Bin Laden do Náutico”.

As duas invasões ao gramado do estádio renderam ao agora “ilustre” torcedor muita atenção nas ruas da cidade, sendo tietado por quem o reconhecia. Vídeos e imagens circularam pelas redes sociais mostrando o rapaz tirando fotos com quem o abordava.

Caso curioso

Em um desses vídeos, o torcedor alvirrubro chega a declarar que, caso seu time reverta a desvantagem contra o Sport e conquiste o título de campeão pernambucano, ele voltará a invadir o campo, mas dessa vez sem roupas. No entanto, a partida de volta será realizada com torcida única, da mesma forma que ocorreu no jogo de ida.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

A primeira invasão ocorreu aos 37 minutos do segundo tempo, quando o Náutico já perdia por 2 a 0. O rapaz entrou no campo sem ser percebido por quase ninguém e caminhou tranquilamente de um lado para o outro, segurando uma garrafa de plástico cujo conteúdo não foi revelado. Isso levou à interrupção da partida e à retirada do torcedor pelos agentes da polícia militar pernambucana.

Embora tenha sido contido pelos agentes, seis minutos depois ele voltou a invadir o campo, tentando abraçar o lateral-direito Danilo Belão, do Náutico, que se esquivou imediatamente. Em seguida, o torcedor se jogou no gramado e foi novamente detido pelos militares. Depois desse episódio, a partida foi reiniciada.