DIEGO SOUZA vai virar torcedor do SPORT RECIFE?

Chegou ao término uma das trajetórias marcantes do futebol brasileiro. Aos 38 anos, Diego Souza anunciou sua aposentadoria. Inicialmente atuando como volante, evoluiu para a posição de meia e encerrou sua carreira como centroavante.

Ao longo de sua jornada, passou por 13 clubes, sendo revelado pelo Fluminense e também defendendo times como Benfica, Flamengo, Grêmio, Palmeiras, Atlético-MG, Vasco, Al Ittihad, Cruzeiro, Metalist, Sport, São Paulo e Botafogo. Além disso, representou a seleção em sete ocasiões, marcando dois gols. Ao totalizar 943 jogos como profissional, Diego Souza registrou 275 gols.

O anúncio gerou inúmeros comentários de ex-companheiros, todos enaltecendo a trajetória profissional e pessoal de Diego Souza. Após comunicar sua decisão de encerrar a carreira, o ex-jogador concedeu uma entrevista ao Globo Esporte, abordando o momento atual como ex-profissional do futebol.

Diante de sua passagem por 13 clubes, nos quais construiu identificação, o centroavante foi questionado se, agora como ex-jogador, torcerá por algum deles.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O que foi dito?

“Obrigado, futebol! Por ter mudado a minha vida, da minha família e por ter me proporcionado momentos únicos de alegria! A partir de agora, eu só vejo futebol pela televisão, no estádio. Vou torcer pelos meus amigos, mas eu estou decidindo parar de jogar.”

“Vou curtir um pouco mais os meus filhos, a minha família. Foi bom, gosto bastante da minha profissão, mas decidi que dentro de campo, agora só na brincadeira. Sem dúvidas, o Sport, o Grêmio e o Vasco me marcaram.”

“O Sport e o Grêmio por muito mais tempo, e o Vasco por ser o clube que eu torcia na infância, por ter conquistado uma Copa do Brasil depois de muitos anos de fila. Fico feliz por encontrar crianças da idade do meu filho que falam que estava difícil e de tudo que representamos em 2011 e 2012 com a camisa do Vasco. Fico feliz pela história que fiz com essas três camisas e vou levar comigo para sempre.”