Cria do Sport já foi vendida duas vezes e pode render bolada ao Leão

Jadsom Silva, um nome que começou a brilhar nos gramados do Sport, está prestes a protagonizar mais um capítulo emocionante na sua carreira. Atualmente, titular absoluto do Red Bull Bragantino, o jovem volante de 22 anos pode render uma bolada ao clube pernambucano em uma futura transferência para a Europa.

Transferências

Tudo começou em 2018, quando Jadsom deixou o Sport e se transferiu para o Cruzeiro. No clube mineiro, ele rapidamente se destacou nas categorias de base e logo assumiu a titularidade. Foram 45 jogos disputados em 2020, onde mostrou seu talento e potencial.

A transferência para o Bragantino aconteceu em 2021, após um acordo entre o Cruzeiro e o jogador, que envolveu a Justiça do Trabalho para resolver pendências financeiras.

Com contrato até o final de 2025, Jadsom é uma peça valiosa no elenco do Bragantino. O clube paulista desembolsou R$ 5,4 milhões por 80% dos direitos econômicos do atleta, enquanto o Cruzeiro manteve os 20% restantes.

Agora, com idade e desempenho que chamam a atenção, o volante está no radar de clubes europeus. A metáfora do “diamante bruto” encaixa perfeitamente aqui, já que Jadsom ainda tem muito a oferecer e a ser lapidado.

Recompensa para o Sport

Segundo as regras da FIFA, os clubes formadores têm direito a uma porcentagem das transferências subsequentes de seus ex-jogadores. Isso significa que, se Jadsom for vendido para a Europa, o Sport pode receber uma quantia considerável.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

A ironia é palpável: mesmo depois de anos longe, Jadsom ainda pode contribuir para os cofres do clube que o revelou.

O Bragantino tem sido um trampolim para muitos jovens talentos, e Jadsom não é exceção. Sua performance no meio-campo, combinada com sua capacidade de leitura de jogo e versatilidade, o torna um alvo atraente para gigantes europeus.

A expectativa é que uma transferência milionária aconteça em breve, beneficiando tanto o jogador quanto os clubes que investiram nele.

Impacto no Sport

Para o Sport, essa potencial venda seria um verdadeiro presente. Em tempos de dificuldades financeiras, a injeção de capital vinda de uma transferência internacional seria um alívio bem-vindo. A metáfora da “tempestade perfeita” descreve bem essa situação, onde várias condições favoráveis se encontram para gerar um grande benefício.

Enquanto os olhos do futebol europeu se voltam para Jadsom, o Sport aguarda pacientemente, sabendo que sua aposta em formar talentos pode render frutos inesperados. A trajetória de Jadsom é um símbolo de perseverança e talento, mostrando que com dedicação, o reconhecimento e as recompensas virão.

Em suma, Jadsom Silva, que começou sua carreira no Sport, já foi vendido duas vezes e agora, como titular do Bragantino, pode render uma bolada ao clube pernambucano. A expectativa de uma nova transferência para um grande clube europeu está no ar, e isso pode significar um retorno financeiro significativo para o Sport.